Publicado em: 02/01/2017 - Última modificação: 19/01/2017 - 16:24
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Campanha alerta população para risco de raios nas praias

RAIOS - A permanência em locais abertos durante as tempestades não é recomendada



Compatilhar:

O Brasil é o país com a maior incidência de raios no mundo, mais de 57,8 milhões foram registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). E com a chegada do verão, as temperaturas em toda a Baixada Santista chegam a 40º durante o dia e despencam a noite. Essa instabilidade traz consigo incontáveis números de raios para a região. Pensando nisso, a Prefeitura Municipal de Itanhaém alerta banhistas sobre os cuidados que devem ser tomados durante uma tempestade.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Twitter e no Facebook

A permanência em locais abertos durante uma tempestade não é recomendada. Se estiver em praias, quiosques, piscina, campos de futebol ou outros lugares que não possuem cobertura, procure um local fechado, caso não seja possível se agache e coloque a cabeça entre as pernas. Isso fará com que você seja o ponto mais baixo do local. Caso esteja dentro do veículo, procure um local longe das enchentes e permaneça até o nível de água baixar.

O raio é uma descarga elétrica que ocorre entre a nuvem carregada de eletricidade e a terra, mais precisamente entre a nuvem e o ponto mais próximo que esteja na terra. Na ausência do para-raios a descarga poderá ocorrer sobre árvores isoladas, postes, entre outros. A corrente do raio pode causar sérias queimaduras e danos ao coração, pulmões, sistema nervoso central e outras partes do corpo, por meio do aquecimento e uma variedade de reações eletroquímicas.

O uso de aparelhos eletrônicos ligados a cabos carregadores também não são recomendados (telefones fixos, celular conectado ao carregador, entre outros).


Palavras-chave: , ,