Publicado em: 17/02/2017 - Última modificação: 12/06/2017 - 17:33
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Praia dos Pescadores: paraíso foi cenário de novela

MULHERES DE AREIA - Prainha é conhecida por suas belezas naturais e por ter sido paisagem para uma das novelas mais importantes para a história da teledramaturgia



Trama foi exibida pela extinta TV Tupi, de março de 1973 a fevereiro de 1974

Compatilhar:

Cenário das gravações da primeira versão da novela ‘Mulheres de Areia’, a Praia dos Pescadores, popularmente conhecida como Prainha, é marcada por suas belezas naturais e por tratar-se de um reduto de histórias e experiências vividas por turistas, surfistas e pescadores que frequentam o local. A trama, que teve como cenário esse paraíso à beira-mar, foi exibida pela extinta TV Tupi, de março de 1973 a fevereiro de 1974 e, sem sombra de dúvidas, marcou a história da teledramaturgia brasileira e de Itanhaém.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Confira as fotos

Estátua Mulheres de Areia em Itanhaém

Da praia é possível observar a Ilha das Cabras, cujo acesso é permitido apenas na maré baixa. Apropriado para a pesca, no local são encontrados ouriços do mar e uma grande quantidade de mariscos. Inclusive, na trama, os pais das personagens principais, as irmãs gêmeas Ruth e Raquel, vivem da atividade.

O nome da novela é originário das esculturas de areia que, na trama, eram esculpidas por um dos personagens centrais da história, o ‘Tonho da Lua’, que era interpretado por Gianfrancesco Guarnieri. Na realidade, essas esculturas eram feitas pelo artista Serafim Gonzalez, que também atuava interpretando o personagem ‘Alemão’.

Após o fim da novela, Gonzalez esculpiu uma estátua em pedra para marcar as gravações e homenagear a trama. Mais tarde, a escultura foi substituída por outra de fibra, esculpida pelo filho do artista original, Daniel Gonzalez. Recentemente, a estátua foi restaurada pelo artista local Ronaldo Lopes.

Atualmente, a Praia dos Pescadores é um dos locais mais visitados por turistas e munícipes de Itanhaém, além de ser muito frequentada por surfistas.

HISTÓRIA – Novela conta a história de duas irmãs gêmeas, Ruth e Raquel, interpretadas por Eva Wilma, filhas de pescadores de Itanhaém. Apesar de terem a mesma aparência, as irmãs apresentam personalidades completamente opostas: Ruth é doce e romântica; e Raquel, ambiciosa e falsa.

Um jovem de família rica, chamado Marcos Assunção e interpretado por Carlos Zara, se muda para Itanhaém e se apaixona pela doce Ruth. Porém, Marcos acaba se envolvendo e casando com Raquel, que, por sua vez, deseja sua fortuna e mantém um caso amoroso com outro personagem, Wanderley, que é interpretado por Edgard Franco.

Um dos personagens centrais da trama, Tonho da Lua, tem um amor platônico por Ruth, mas esconde por vergonha. Durante a história, ele descobre muitas armações de Raquel, mas acaba sofrendo devido às maldades dela.

Durante a história, acontecem muitas reviravoltas e a novela vira um enorme sucesso da década de 1970. Eva Wilma foi vencedora do Trófeu Imprensa de melhor atriz no ano de 1973. Além disso, a atriz acabou se casando com Carlos Zara, e os dois passaram a visitar assiduamente Itanhaém. Zara faleceu em 2002.

O grande sucesso de ‘Mulheres de Areia’ rendeu uma nova versão em 1993, produzida pela Rede Globo. Dessa vez, o remake foi gravado no litoral fluminense, com Glória Pires, Guilherme Fontes e Marcos Frota no elenco principal. O escultor Serafim Gonzales também participou, desta vez, interpretando Garnizé.


Palavras-chave: , , , ,