Publicado em: 21/02/2017 - Última modificação: 23/02/2017 - 18:33
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Escolinha de handebol está com inscrições abertas

TREINOS - Projeto faz parte do programa Aqui Tem Esporte e, a partir de agora, tem parceira com o SESI



Aulas Handebol

Compatilhar:

A escolinha de handebol, que realiza suas atividades na Escola Municipal Bernardino de Souza Pereira, está retomando suas atividades nesta semana, às segundas e quintas-feiras. As inscrições para novos alunos já estão abertas. A novidade é que, a partir deste ano, o trabalho ligado ao programa Aqui Tem Esporte também terá parceria com o Atleta do Futuro, do SESI São Paulo. O local dos treinos fica na Rua Iguaçu, s/nº, Jardim Corumbá.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

As meninas praticam suas atividades das 18h30 às 19h45; os meninos jogam das 19h45 até 21 horas. Para as competições, eles se dividem em duas faixas etárias: infantil (12 a 14 anos, que costumam participar de Jogos Escolares e Copa Tribuna) e cadete (14 a 16 anos, que disputam Copa São Paulo, Jogos Metropolitanos e Jogos da Juventude).

Quem comanda as aulas é o professor Renato César Correia, de 37 anos. Ele dá aulas de educação física há 11 anos na escola, sendo os quatro últimos já com este projeto. Para ele, o handebol é especial: “É um esporte básico, onde você utiliza lançamento, deslocamento, corrida. Qualquer tipo de pessoa pode jogar. É a primeira modalidade na fase escolar, todo mundo joga. Não é tão seletivo, todos podem começar no mesmo patamar. A cultura brasileira não é tão ligada ao handebol, mas quando você apresenta na sala de aula, eles adoram”.

Gabriela Marchetti, de 14 anos, é uma das alunas do projeto. Ela tem o sonho de cursar artes cênicas, mas agora vislumbra um futuro também no esporte. “Conheci o handebol na escola, nas aulas de educação física. Fui me destacando e o professor, como já tinha um time, me chamou para treinar. Meu sonho é chegar à seleção brasileira e disputar os Jogos Olímpicos”.

Quando perguntada sobre a seleção feminina, campeã mundial da modalidade em 2013, ela mostrou sua admiração: “Me inspiro na seleção toda. Vejo as partidas e fico pensando ‘Eu tenho que fazer”. Isso me faz querer continuar jogando, para chegar onde elas chegaram. Um passo de cada vez, devagarinho, mas um dia a gente consegue”.

Wallace Pedroso, de 15 anos, seguiu as dicas do professor: “Estávamos jogando futsal numa aula de educação física e ele falou que ia começar a dar treino. Acabei me interessando porque todo mundo ia participar um pouco, e foi muito legal. A princípio, eu não conhecia o esporte, só via na televisão de vez em quando”.

“De vez em quando a gente brinca nos grupos de internet, coloca uns lances de jogos para tentar repetir nos treinos”, disse o garoto, que assim como Gabriela começou a praticar o handebol no ano passado. O professor Renato confirma: “Eles tentam reproduzir movimentos diferentes da nossa cultura. O brasileiro tem talento natural para o futebol, mas para o handebol, nós ainda temos muito que aprender”.

Renato falou também sobre o espírito do grupo. “Esta turma me surpreendeu nesse sentido: são muito unidos, como uma família. Dificilmente tem uma briga. Eles lidam muito bem com a questão da competitividade. Já entenderam que derrota e vitória fazem parte da vida, acontece”, explicou. No feminino, o time levou o título da Série Prata da Copa SESI e da Copa Litoral Sul e Vale, além do 3º lugar na Série Prata da Copa Tribuna no infantil. “Aqui, não estamos apenas praticando uma modalidade, mas enraizando uma cultura”.

PARCERIA – Em Itanhaém, o SESI São Paulo também possui convênio com as turmas de vôlei e judô. Quem comemorou a parceria foi o coordenador do Aqui Tem Esporte, professor Fernando Xavier: “Esse incentivo é fundamental para a nossa criançada. Eles vislumbram um futuro melhor e, para isso, o esporte deve ser encarado como uma ferramenta essencial. Estamos preocupados em formar cidadãos”.

O programa Atleta do Futuro promove formação e cultura esportiva no estado de São Paulo. Em 2016, foram 201 municípios contemplados. O diretor do Departamento de Esportes de Itanhaém, Fabinho Nascimento, comemorou a união: “A parceria já vinha com outras modalidades e agora se estende ao handebol. Este é um sinal de que as ações têm sido bem feitas. Os garotos estão de parabéns pela sua disciplina e esforço, sinal de que vale a pena investir neles”.

O curso é gratuito e as inscrições podem ser feitas no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE), de segunda a sexta, das 10 às 12 horas e das 14 às 17 horas. O endereço é Avenida Condessa de Vimieiros, 1.131, Centro.


Palavras-chave: , ,