Publicado em: 01/03/2017 - Última modificação: 03/03/2017 - 18:24
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Berço de grandes pintores, Itanhaém é retratada em quadro de Anita Malfatti

HISTÓRIA - Obras da consagrada artista plástica estão em exposição no Museu de Arte Moderna, em São Paulo



Quadro Belas Artes - Anita Malfatti
Obra retrata a época em que Anita Malfatti foi uma assídua frequentadora de Itanhaém, assim como muitos artistas de sua época

Compatilhar:

Berço de consagrados artistas plásticos, Itanhaém está retratada na exposição “Anita Malfatti: 100 anos de arte moderna”. A mostra no Museu de Arte Moderna, na capital paulista, expõe as principais obras de uma das mais influentes artistas plásticas brasileiras e uma das protagonistas do movimento que mudou para sempre a forma de se fazer arte no país, a Semana de Arte Moderna de 1922.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

A obra intitulada “Itanhaém” é datada do final da década de 1940. O quadro em exposição retrata o Centro Histórico, onde é possível identificar a antiga Casa de Câmara e Cadeia (atualmente Museu Conceição de Itanhaém) e, em destaque, o cruzeiro do Convento Nossa Senhora da Conceição e o prédio original do Gabinete de Leitura (reconstruído em 2011 pela Prefeitura de Itanhaém). Ao fundo, é retratado o mar do Praião e é possível notar o terreno onde seria, décadas depois, o prédio do Paço Municipal Anchieta.

A obra retrata a época em que Anita Malfatti foi uma assídua frequentadora da segunda cidade mais antiga do país e mantinha grande amizade com pintores itanhaenses, como o consagrado Emídio de Souza. Nos anos 1940 e 1950, a Cidade foi local preferido de inúmeros artistas plásticos brasileiros como o paulistano Bernardino de Souza e o ítalo-brasileiro Alfredo Volpi. Ambos, inclusive, retrataram as belezas da Cidade em inúmeros quadros.

Terra natal de Benedicto Calixto, a ligação de Itanhaém com as artes plásticas é tão grande que a Cidade abrigou a Colônia de Férias da Associação Paulista de Belas Artes (APBA), nos anos 1950. O nome deu origem ao bairro Belas Artes e muitas de suas ruas remetem a estes grandes artistas brasileiros como Oscar Pereira da Silva, Eliseu Visconti, Rodolfo Amoedo, Victor Meirelles, entre outros.

O quadro “Itanhaém” e outras 70 obras da brilhante carreira de Anita Malfatti podem ser vistos até o dia 30 de abril no Museu de Arte Moderna, na Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, de terça-feira a domingo, das 10 às 17h30. Os ingressos custam R$ 6,00.


Palavras-chave: , , , ,