Publicado em: 06/11/2017 - Última modificação: 10/11/2017 - 18:08
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Itanhaém prepara programação educativa para o Dia Mundial de Diabetes

SAÚDE - Atividades acontecerão na Rua Zeferino Soares, 123, no Centro; ações visam chamar a atenção da população sobre cuidados e riscos causados pela doença



Estimativa da Federação Internacional de Diabetes é que mais de 550 milhões de pessoas em todo o mundo terão a doença até 2035

Compatilhar:

Uma programação especial para chamar a atenção da população sobre os tratamentos, fatores de risco e sintomas causados pela doença que eleva o nível do açúcar no sangue e atinge mais de 360 milhões de pessoas no mundo. Pensando nisso, o Centro Especializado em Diabetes de Itanhaém (CEDI) realizará na terça-feira (14), das 9 às 15 horas, data em que é celebrado o Dia Mundial de Diabetes, uma série de ações educativas com a temática ‘Mulher e Diabetes’. As atividades acontecerão na Rua Zeferino Soares, 123, no Centro.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Nas ações, estão caminhadas com educador físico – já que o sedentarismo é uma das principais causas de doenças como cardiovasculares, obesidade e diabetes -; orientações com a equipe de enfermagem e endocrinologista sobre a definição do diabetes (o que é), sinais e sintomas; nutricionista com dicas de controle eficaz para um estilo de vida saudável, além de farmacêuticos com informações sobre medicações básicas e insulinas.

“O evento educativo é importante por se tratar de uma doença que atinge a população de forma silenciosa. E o preocupante é que a cada oito segundos alguém morre em decorrência de complicações de diabetes. O objetivo deste encontro é sensibilizar e enfatizar a população sobre causas, sinais, sintomas, prevenção e tratamento”, ressalta a enfermeira e coordenadora técnica do CEDI, Liliane Teles Santos.

DOENÇA – A estimativa da Federação Internacional de Diabetes é que mais de 550 milhões de pessoas em todo o mundo terão a doença até 2035. Ela está entre as dez principais causas de deficiência como, por exemplo, doença cardíaca, derrame, amputação dos membros inferiores, retinopatia diabética – que é a perda parcial da visão ou cegueira – e insuficiência renal.

Praticar exercícios físicos moderados e manter um peso corporal saudável pode ajudar a prevenir a diabetes tipo 2. Até o momento, não existe uma terapia comprovada que previna ou cure a diabetes tipo 1.


Palavras-chave: , ,