Serviços
acessibilidade



Publicado em: 26/03/2021 - Última modificação: 13/04/2021 - 10:40
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Moradores são flagrados jogando lixo em terreno 24hs após a prefeitura ter realizado a limpeza

DESCARTE IRREGULAR - Essa conduta é considerada crime no município e o infrator pode levar multa de até R$2,968 reais, além de ter o carro apreendido de acordo com a Lei nº4.111 de 06 de setembro de 2016



Compartilhar:

A prefeitura vem dia após dia intensificando os serviços de zeladoria e limpeza urbana no município de Itanhaém. A cidade recolhe 95,5 toneladas de lixo por dia, sendo que 3,5 toneladas são coletadas pelo serviço de varrição que atua nas ruas e demais espaços públicos. Os outros 92 mil são de resíduos domiciliares coletados pelos caminhões.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

Equipes de funcionários da Secretaria de Limpeza e Urbanização foram montadas para todos os dias estarem recolhendo lixos que são descartados de maneira irregular nas esquinas e em pontos críticos considerados baldios.

As equipes estiveram ontem na Av. Mamédio Tambuque no bairro Chácara das Tâmaras, realizando a limpeza do bairro e em menos de 24hs o local novamente foi alvo do descarte irregular de lixos. Outro ponto que também recebeu lixos logo após a prefeitura ter realizado a limpeza, foi no Bairro Laranjeiras, mas dessa vez um carro foi flagrado descartando lixo no local.

Vale lembrar que essa conduta é considerada crime no município e o infrator pode levar multa de até R$2,968 reais além de ter o carro apreendido de acordo com a Lei nº4.111 de 06 de setembro de 2016. A Lei estabelece que resíduos não podem ser abandonados em locais como aterros de resíduos sólidos urbanos, encostas, rios, córregos, valas, passeios, vias, praças, ou até mesmo áreas não ocupadas, públicas e protegidas por lei, entre outros. E para colaborar com a fiscalização, você pode denunciar pelo telefone (13) 3421-1600, ramal 1217. Itanhaém tem uma população estimada em mais de 100 mil habitantes.

Com cerca de 650 lixeiras instaladas em pontos estratégicos por todo o Município, a intenção da Administração é fazer com que as pessoas criem o hábito de usá-las para descartar resíduos como, por exemplo, papéis de propaganda e de balas, que são vistos frequentemente nas ruas. Mas, ao contrário disso, as lixeiras são alvos constantes de depredação.

Itanhaém tem uma população estimada em mais de 100 mil habitantes. Com cerca de 650 lixeiras instaladas em pontos estratégicos por todo o Município, a intenção da Administração é fazer com que as pessoas criem o hábito de usá-las para descartar resíduos como, por exemplo, papéis de propaganda e de balas, que são vistos frequentemente nas ruas. Mas, ao contrário disso, as lixeiras são alvos constantes de depredação.

Somente neste ano, foi feita a substituição de 120 equipamentos que estavam quebrados ou incendiados por conta da ação de vândalos, o que gerou um custo de mais de 22 mil aos cofres públicos. “É triste constatar as ocorrências de vandalismo, as pessoas devem se conscientizar e fazerem a sua parte, que é de não depredar o patrimônio público e jogar o lixo no lixo”, explica o secretário de Serviços e Urbanização José Renato Costa de Oliva.

Infelizmente quem paga por isso é a população, pois gera um impacto na economia da Cidade, que precisa fazer a substituição e poderia usar a verba para investir em outros serviços. Caso o munícipe presencie atos de vandalismo, denúncias podem ser feitas pelo telefone 153 da Guarda Civil Municipal, 190 da Polícia Militar ou 156 do Departamento de Trânsito.

Ecopontos estão atendendo a população para a destinação correta de resíduos sólidos. Os equipamentos recebem entulhos da construção civil, móveis velhos e podas de árvores nas regiões do Verde Mar, Cibratel II, Gaivota e Savoy, além de uma Área de Transbordo e Triagem (ATT) na Chácara Cibratel.

Veja aqui neste link e endereço e tudo sobre os ECOPONTOS instalados em Itanhaém