Serviços
acessibilidade



Publicado em: 21/07/2021 - Última modificação: 21/07/2021 - 16:37
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Oficina de Voz Cantada é realizada no Festival Solidário das Artes neste sábado (24)

ATRAÇÃO - Destinada a profissionais do canto e demais interessados, a oficina ensina técnicas vocais.



Compartilhar:

O Festival Solidário das Artes apresenta no próximo sábado (24) às 15 horas, uma oficina de voz cantada com Ilda Sergl e Marcos Julio Sergl. O evento que acontece no Centro de Capacitação do Professor, na Avenida Condessa de Vimieiros, 1131, no Centro, visa arrecadar cobertores novos ao Fundo Social de Solidariedade.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

A oficina tem como objetivo fornecer subsídios quanto à correta respiração e retenção do ar e à emissão de vogais e consoantes, a serem aplicadas em canções significativas para o público local e regional por meio de orientação teórica, dinâmicas de ensaio, de exercícios técnicos individuais e do canto em grupo.

Ela é direcionada a regentes, estudantes e professores de música, docentes dos cursos de artes e educação artística, cantores de grupos independentes, de empresa e de escolas da região e público em geral interessado na prática de canto em grupo.

No próximo dia 31, a iniciativa terá sequência, com a oficina “Prática de Repertório Coral” que acontecerá no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE). Na oportunidade, tópicos passados na primeira oficina, ainda serão abordados, como também a aplicação das etapas de respiração, retenção e emissão vocal em um repertório específico para canto coral.

Para participar, os interessados devem realizar a troca de um cobertor, pela inscrição, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, no departamento de Cultura, localizado no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes, na Avenida Condessa de Vimieiros, 1131, no Centro. É necessário apenas um cobertor para as duas oficinas.

As oficinas são projetos contemplados pela Lei Aldir Blanc do Município de Itanhaém, uma realização do Ministério do Turismo em parceria com a Prefeitura de Itanhaém.

ILDA SERGL

Natural de Presidente Prudente, Ilda Sergl teve como principais orientadores os professores Caio Ferraz, Neide Thomaz, Lúcia Passos e Leilah Farah. Iniciou suas atividades musicais em São Paulo, cursando a Escola Municipal de Música e cantando em corais, como o Coral do Estado e o Collegium Musicum.

Vem se apresentando como solista em recitais de canto e piano, missas cantadas, oratórios e obras sinfônicas, além da gravação do disco “Música Sacra Brasileira nº 2”, editado pela BASF do Brasil; além da participação especial no CD new age “Nahoo Too”, do compositor escocês Paul Mounsey; e, no CD “Tristão Mariano da Costa”, música sacra paulista do século XIX, gravado pelo Coral da Cultura Inglesa de São Paulo.

Paralelamente, dedicou-se à preparação de corais em São Paulo e Pernambuco, quando teve sob sua responsabilidade a orientação dos grupos: “Coral Villa-Lobos” e “Coro Municipal de Presidente Prudente”; “Coral Bento de Nursia”, do Mosteiro de São Bento de Olinda e “Coro de Câmara do Recife”.

Participou do “Festival de Música Contemporânea” de Paris e do “Festival de Música de Salzburg”, na Áustria. Integrou o naipe de sopranos do “Coral Municipal” do Teatro Municipal de São Paulo, participando de sua programação regular, nas temporadas de concertos, nas vesperais líricas e também, na montagem das óperas “Le Nozze de Figaro”, “Suor Angelica” e “Die Fledermaus”. E ainda, do “Festival de Inverno de Campos do Jordão”, como orientadora vocal do “Madrigal de Bolsistas” do evento.

Tem se apresentado regularmente em concertos por várias cidades do país, como Londrina, Curitiba, Goiânia, Brasília, Recife, Olinda e São Paulo; bem como, tem se dedicado à orientação vocal de corais por todo o País.

MARCOS JÚLIO SERGL

Pós-Doutor em Comunicações e Doutor em Artes, pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Bacharel em Composição e Regência, pela Universidade São Judas Tadeu, em Educação Artística, com habilitação em Música, e Piano, pelo Instituto Musical de São Paulo.

Estudou regência com Roberto Schnorrenberg, Robert Shaw e Hugh Ross e participou de cursos de especialização na Áustria e na Espanha. Regente-assistente do Coral Lírico do Teatro Municipal de São Paulo. Regente dos Corais Cultura Inglesa de São Paulo e Senior Fapcom.

Pesquisador colaborador do Centro de Estudos em Música e Mídia- MusiMid, vinculado à Universidade de São Paulo. Sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Musicologia.

Coordenador do: Movimento Coral do Estado de São Paulo, PAE e Ciclo Básico, na 10a Região Administrativa no período de 1979 a 1983; CEM do Colégio de São Bento de Olinda/PE: 1984/1987; Projeto Música Vocal de Pres. Prudente/SP: 1988/1989; Centro de Preservação da Memória Musical Paulista, em Itu/SP: 1992.

Presidente da Comissão Julgadora do Programa de Ação Cultural – PAC, relativo a Projetos na área de Música, da Secretaria de Estado da Cultura, Comendador pela Ordem Carlos Gomes e parecerista da FAPESP. Prêmio APCA como Regente Coral em 2013. Sócio fundador da Sociedade Brasileira de Musicologia. Membro da Academia Brasil de Música.