Mais Oportunidades


Capacitar e qualificar milhares de jovens por ano, ampliando, assim, as possibilidades de colocação no mercado de trabalho. Essa é a meta do Programa Mais Oportunidades, desenvolvido pela Prefeitura de Itanhaém, por meio do Centro de Treinamento Profissionalizante de Itanhaém (Cetpi) e Secretaria de Relações do Trabalho. A finalidade do programa é promover a qualificação e a formação profissional de nível básico junto à população, conforme as demandas do mercado de trabalho local e regional.

O Mais Oportunidades é realizado em parceria com programas e projetos do Município e de outros órgãos, dentro dos parâmetros legais, para a oferta de cursos profissionalizantes de formação inicial e continuada por intermédio do CETPI.

O Programa Mais Oportunidades faz parte da linha de ação “Relações do Trabalho”, presente na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que prevê “formular e propor políticas, programas e projetos para a democratização das relações do trabalho, em articulação com as demais políticas públicas”.

Além disso, está previsto no Programa de Governo 2017-2020 as seguintes ações:

  • Investir na expansão do Programa Mais Oportunidades, agora com os núcleos de Canteiro-Escola, Cozinha-Escola, Restaurante-Escola, Lanchonete-Escola, Padaria-Escola, Hotel-Escola, Oficina-Escola e Sítio-Escola;
  • Criar o Programa “Lugar de Mulher é no Trabalho”, para o primeiro emprego e/ou recolocação profissional da mulher itanhaense;
  • Formalizar parceria com o Sebrae para a implantação do Programa Mulher Empreendedora no âmbito do município;
  • Criar o Banco de Profissionais, um cadastro completo de prestadores de serviços nas áreas de manutenção doméstica e civil, como encanadores, eletricistas, jardineiros e piscineiros;
  • Promover o Feirão do Microcrédito, visando reforçar a atuação do Banco do Povo, ampliando e facilitando o acesso às linhas de crédito para o microempreendedor;
  • Investir em ações que promovam a Economia Criativa, gerando renda e oportunidades com foco nos setores de cultura, moda, design, música, artesanato, tecnologia e inovação, desenvolvimento de softwares e games;
  • Investir em ações de incentivo à contratação de trabalhadores acima de 40 anos e trabalhadores com deficiência;
  • Investir em ações de incentivo ao Programa Jovem Aprendiz, visando a capacitação e inclusão no mercado de trabalho de jovens de 14 a 24 anos;
  • Criar o Selo Responsabilidade Social, destinado a reconhecer publicamente os setores públicos e privados que incentivarem a contratação de menores aprendizes, por meio do CAMP ou programas similares;
  • Trazer para o Município novas parcerias com o SISTEMA S: Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); Serviço Social do Comércio (Sesc); Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas); Serviço Social da Indústria (Sesi); e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac); Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar); Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) e Serviço Social de Transporte (Sest).