Serviços
acessibilidade



Publicado em: 31/08/2018 - Última modificação: 16/11/2020 - 12:31
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Itanhaém atinge meta da cobertura vacinal contra a poliomielite e sarampo

SAÚDE - A imunização é fundamental para a defesa do organismo contra doenças infectocontagiosas



Cidade atingiu meta da cobertura vacinal estabelecida pelo Ministério da Saúde

Compartilhar:

O Município atingiu a meta de imunização da campanha contra sarampo e poliomielite. O objetivo era vacinar 95% de 5.242 crianças. Foram vacinadas 95,80% da população contra pólio e 96,26% de sarampo. A campanha que iniciou no dia 4 de agosto e terminou na última sexta (31), teve o intuito de reduzir o risco da reintrodução das doenças no país.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Mesmo com o término da campanha, a vacina continua sendo aplicada nas Unidades de Saúde da Família (USFs), que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas. A vacinação é fundamental para a defesa do organismo contra doenças infectocontagiosas. Durante a campanha, todas as Unidades de Saúde da Família (USFs) estiveram de portas abertas para receber a população, inclusive com dois finais de semana de Dia D.

“Atingir a meta do Ministério da Saúde dá uma sensação de dever cumprido. Mas isto só foi possível graças ao empenho da vigilância sanitária e de toda a equipe da atenção básica de saúde. Fora água potável, a vacina é a segunda situação mais importante para a saúde pública mundial. Então, atingir a cobertura vacinal é prevenir doenças”, ressaltou o secretário de Saúde, Fábio Crivellari Miranda.

Considerada erradicada do país, a poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil, pode causar sequelas permanentes, insuficiência respiratória e, em alguns casos, levar à morte. Já o sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, mas que pode ser prevenida pela vacina.

As vacinas aplicadas foram a tríplice viral que, além do sarampo, previne rubéola, caxumba e a poliomielite. Além das crianças, adultos também puderam atualizar a carteira de vacina e se prevenir contra o sarampo. A imunização também ocorreu em creches e escolas municipais.


Palavras-chave: , , ,