Serviços
acessibilidade



Publicado em: 18/02/2020 - Última modificação: 16/11/2020 - 10:34
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Em quase um ano, Centro de Educação Ambiental atende mais de 2 mil pessoas

MEIO AMBIENTE - Aproximadamente 50% dos visitantes eram de escolas da rede municipal



Desde a sua inauguração, a população pôde participar de atividades de conscientização sobre os cuidados com o meio ambiente, a fauna e a flora da região

Compartilhar:

Em abril, o Centro de Pesquisa e Educação Ambiental completará um ano. Desde a sua inauguração, a população pôde participar de atividades de conscientização sobre os cuidados com o meio ambiente, a fauna e a flora da região. Somente neste período, foram atendidas 2.002 pessoas, entre alunos, munícipes, turistas e participantes de cursos e palestras.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

Nesses meses, foram atendidos 1.036 alunos da rede municipal, de 12 unidades escolares. Além disso, 215 pessoas participaram da visita guiada e 44 de atividades extras – palestras, cursos, oficinas, capacitações.

 PROJETOS PARA ESCOLAS

O Projeto Solo de Todos visa atender estudantes dos 1° e 2° anos, mostrando que a importância do chão em que se pisa vai muito além do que só sustentação. Durante a visita são abordados temas como características que diferenciam os tipos de solo, as causas e efeitos da erosão e o que fazer para manter o solo saudável. O projeto envolveu a participação de 365 alunos.

Os 3° e 4° anos participam do Projeto Tudo se Transforma, que atendeu 79 estudantes, com o enfoque em reciclagem e reutilização de materiais. No início da visita, os alunos participam de uma palestra sobre o descarte indevido de lixo que leva à poluição de rios, mares, matas e ambientes urbanos e como podem mudar esse cenário, começando por seus hábitos de consumo e descarte. Depois, estimulam a criatividade e o trabalho em grupo produzindo brinquedos, decorações e utensílios com objetos de metal, plástico, papel e vidro que iriam ser jogados fora.

Atendendo 111 alunos dos 5° e 6° anos, o Projeto Gota tem o intuito de conscientizar a juventude em relação à preservação da água. Por meio de conversas e gincanas, eles são inseridos no contexto ambiental, para que aprendam a importância deste limitado recurso. A visita é dividida em duas etapas, uma palestra que traz diversas informações sobre a água, sua relevância, como preservá-la, com curiosidades e dados. A segunda parte é uma brincadeira educativa que incentiva o trabalho em equipe e a preocupação com a água de forma prática.

Tratando sobre questões atmosféricas, há o Respirar, direcionado a estudantes dos 7° e 8° anos. Eles discutem os impactos dos gases de efeito estufa na camada de ozônio e para os seres vivos em conjunto com os educadores, tornando a conversa mais viva e participativa. Em seguida participam de uma dinâmica, um jogo de forca, que reforça os conhecimentos que foram debatidos, pois todas as palavras a serem adivinhadas tinham relação com o tema e foram mencionadas na conversa. 343 estudantes participaram deste projeto.

O Ecocidadão é dirigido aos estudantes dos 9° anos em diante, por ser menos lúdico e mais conceitual. Contemplando 138 alunos, tratou de assuntos como Carta da Terra, sustentabilidade, Pegada Ecológica (um sistema que calcula a marca que a pessoa deixou no planeta e quantos recursos seriam necessários para suprir toda uma população com este estilo de vida) e cultura da paz. O objetivo do projeto é despertar a cidadania ecológica nos jovens, buscando alternativas ecologicamente corretas para chegarem a uma sociedade justa e harmônica.


Palavras-chave: , ,