Serviços
acessibilidade



Publicado em: 27/05/2020 - Última modificação: 16/11/2020 - 10:32
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Famílias que ainda não retiraram os alimentos têm até esta sexta para buscá-los

DIREITO AO BENEFÍCIO - A distribuição às pessoas é realizada na Nova Marechal Rondon, esquina com a Rua Urcezino Ferreira, no Baixio



Programa visa garantir a segurança alimentar da população em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia do coronavírus

Compartilhar:

As famílias inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal, com renda de até R$ 89,00 per capita mensal, que não puderam comparecer ao Banco de Alimentos no dia determinado para o recebimento das cestas do programa estadual ‘Alimento Solidário’ têm até esta sexta-feira (29), das 8 às 15 horas, para retirá-las. A distribuição às pessoas que têm direito ao benefício é realizada na Nova Marechal Rondon, esquina com a Rua Urcezino Ferreira, no Baixio, próximo ao Centro. Desta vez, o atendimento ocorre por ordem de chegada.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

O programa visa garantir a segurança alimentar da população em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia do coronavírus. Só podem receber os alimentos os beneficiários que estiverem em mãos o Número de Identificação Social (NIS) e o documento de identidade.

As famílias beneficiadas são definidas pelo Governo do Estado, ou seja, apenas as classificadas como situação de extrema pobreza cadastradas no CadÚnico recebem os alimentos. O programa estadual foi articulado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, com apoio do Fundo Social de São Paulo, Secretaria de Desenvolvimento Econômico e InvestSP. Em Itanhaém, a ação é realizada com o apoio das secretarias municipais de Assistência e Desenvolvimento Social e Desenvolvimento Econômico.

ALIMENTOS

As cestas, elaboradas em parceria com a nutricionista chefe do Hospital Israelita Albert Einstein, Luci Uzelin, contêm sete fontes de proteínas diferentes (feijão, leite em pó, sardinha, linguiça e ervilha), além de outros produtos como arroz, farinha, macarrão e biscoitos para a alimentação de uma família com quatro pessoas por um mês.


Palavras-chave: , , ,