Serviços
acessibilidade



Publicado em: 11/05/2021 - Última modificação: 13/05/2021 - 11:51
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Novos integrantes dos Conselhos do Idoso e dos Direitos da Pessoa com Deficiência tomam posse

SOLENIDADE - O Conselho municipal tem o objetivo de promover amplo e transparente debate das necessidades e anseios dos idosos e das pessoas com deficiência, caminhando propostas aos poderes municipais, que são os principais responsáveis pela execução das ações.



Compartilhar:

A Secretaria de Desenvolvimento Social, realizou na manhã desta terça-feira (11), a cerimônia de posse dos novos integrantes dos Conselhos do Idoso e dos Direitos da Pessoa com Deficiência do município de Itanhaém.

O Conselho Municipal do Idoso e um órgão de representação dos idosos, e de interlocução junto a comunidade e aos poderes públicos na busca de soluções compartilhadas e da mesma maneira funciona o Conselho de Pessoa com Deficiência. O Conselho municipal tem o objetivo de promover amplo e transparente debate das necessidades e anseios dos idosos e das pessoas com deficiência, caminhando propostas aos poderes municipais, que são os principais responsáveis pela execução das ações.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

A solenidade teve a participação dos secretários Hugo Di Lallo (Assistência e Desenvolvimento Social); Guacira Barbi (Saúde); Eliseu Braga Chagas (Relações do Trabalho); do vice-prefeito e secretário de Governo Rodrigo Dias; do líder do governo na Câmara Municipal o vereador Wilson Oliveira, da promotora de Justiça Drª. Luciana Marques Figueira Portella, e dos presidentes dos conselhos Allan Kardec Pitta Veloso (CMI) e Odair José Belarmino (CMDPCD).

Segundo o Prefeito Tiago Cervantes, “a meta de trabalho é fortalecer a atuação dos conselhos para que o cidadão tenha participação ativa na transformação da nossa cidade”.

O Secretário de Desenvolvimento Social Hugo Di Lallo, destacou a “importância dos Conselhos Municipais na defesa e deliberação das políticas públicas, voltadas no caso para as pessoas com Deficiência e Idosos”.