Serviços
acessibilidade



Publicado em: 05/07/2022 - Última modificação: 05/07/2022 - 16:54
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Documentário “Lixo Mutante” será lançado em Itanhaém nesta quinta (7) no teatro Eva Wilma

CONSCIENTIZAÇÃO - O longa-metragem que conta com cenas e entrevistas em Itanhaém aborda o impacto do lixo na vida do Planeta e traz a visão de especialistas sobre causas e soluções deste problema global



Compartilhar:

O documentário “Lixo Mutante”, obra cinematográfica realizada em parceria com o Instituto Ecosurf será lançado em Itanhaém nesta quinta-feira (07), às 19 horas, no Centro de Capacitação do Professor e Teatro Eva Wilma, localizado na Avenida Condessa de Vimieiros, 1131, no Centro. Com entrada gratuita, o documentário tem a classificação livre.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

O longa-metragem que conta com cenas e entrevistas em Itanhaém aborda o impacto do lixo na vida do Planeta e traz a visão de especialistas sobre causas e soluções deste problema global. Na perspectiva de catadores de materiais recicláveis, ativistas, e artistas, apresenta novas reflexões sobre o tema, além de provocar o público sobre como as relações cotidianas com a produção do lixo que sai das cidades e chega ao oceano, compromete a saúde da biodiversidade marinha.

Com 105 minutos de duração, o documentário expõe depoimentos de 12 personalidades diretamente ligadas à temática dos resíduos sólidos que, além de usarem os resíduos como matéria prima, apontam os problemas, caminhos e alternativas para o alarmante cenário ambiental da poluição planetária.

Em um olhar ampliado com a abordagem da questão dos resíduos sólidos na cidade de São Paulo e seu impacto no litoral paulista, o filme trata dos desafios que os municípios enfrentam no gerenciamento de materiais pós-consumo e as oportunidades que visam maior eficiência na área da destinação adequada e reciclagem.

Para a bióloga e coordenadora de Educação Ambiental da Secretaria de Educação de Itanhaém, Ana Carolina Peres, oportunizar a exibição do filme na cidade é estratégico, como mais um passo do município para trazer informações qualificadas sobre um tema tão relevante e urgente.  “É muito importante receber o documentário ‘Lixo Mutante’ em Itanhaém porque ao abordar a questão do lixo sobre diversos pontos de vista, nos leva a refletir sobre nosso papel na cadeia de consumo e no descarte dos resíduos. Assim como nos mostra a importância dos catadores e ativistas nesse processo de conscientização ambiental”, explicou.  

No documentário, toda a narrativa é costurada por cenas ficcionais, tendo como personagem principal o “Lixo Mutante” – um “ser único” inteiro feito de resíduos, que cria vida e carrega sentimentos conflitantes, representando a personificação do lixo e a “lixificação” das pessoas. Ele se comunica de forma lúdica, por meio da dança.