Serviços
acessibilidade



Publicado em: 18/07/2022 - Última modificação: 27/07/2022 - 16:31
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Itanhaém participa de Projeto para novo método de teste rápido para Hepatite C

JULHO AMARELO - Itanhaém tem hoje aproximadamente 175 pessoas em tratamento para hepatite C e 76 para hepatite B



Compartilhar:

Por obter boa resposta frente ao combate das hepatites virais, Itanhaém foi convidada pelo Programa Estadual de Hepatites Virais para participar do projeto de “Avaliação da Operacionalização do Uso de Teste Rápido de Anticorpo Anti-HCV em Fluido Oral no Estado de São Paulo”, onde um cronograma foi montado para realizar a metodologia de testagem na população prioritária.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

Itanhaém tem hoje aproximadamente 175 pessoas em tratamento para hepatite C e 76 para hepatite B. A Cidade já possui um programa de prevenção que viabiliza estratégias para o diagnóstico precoce, como campanhas de testagem, onde se levam os testes para além dos muros das unidades de saúde, como em clínicas de reabilitação, lugares de encontro de grupos de terceira idade, praças, associações, entre outros.

Também conta com testes rápidos, em todas as unidades de saúde do Município e o Centro de Infectologia de Itanhaém (CINI).

Segue abaixo o dia e horário das unidades de saúde e do CINI para a população geral que deseja realizar o teste tanto para hepatite B e C, como também HIV e Sífilis:

LOCALDIAHORARIO
USF LotyTerças-feiras8 às 11 horas (demanda livre)
USF SuarãoSegundas-feiras13h30 às 15h30 (demanda livre)
USF OasisSextas-feiras8 às 9 horas (demanda livre)
USF SavoyQuartas-feiras13 às 15 horas (demanda livre)
USF CentroQuintas-feiras8 às 10 horas (agendado)
USF GuapirangaSegundas e terças-feiras8 às 11horas (demanda livre)
USF CoronelSextas-feiras13 às 15 horas (demanda livre)
USF Belas ArtesSegundas-feiras07 às 10 horas (demanda livre)
USF GrandespSextas-feiras13 às 15 horas (demanda livre)
USF GaivotaSextas-feiras08 às 11horas (demanda livre)
CINITerças-feiras13 às 15 horas (demanda livre)

CAMPANHA – O “Julho Amarelo” foi instituído no Brasil pela Lei nº 13.802/2019 e tem por finalidade reforçar as ações de vigilância, prevenção e controle das hepatites virais. A hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas. Nem sempre a doença apresenta sintomas, mas quando aparecem, estes se manifestam na forma de cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. No caso específico das hepatites virais, que são o objeto da campanha Julho Amarelo, estas são inflamações causadas por vírus classificados pelas letras do alfabeto em A, B, C, D (Delta) e E.