Serviços
acessibilidade



Publicado em: 10/08/2022 - Última modificação: 10/08/2022 - 16:08
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Projeto “Café com Prosa” inicia nesta quinta-feira (11) na E.M Maria da Penha

INCLUSÃO - A iniciativa busca promover acolhimento e parceria com as famílias acerca do processo inclusivo escolar



Compartilhar:

Com a finalidade de acolher e aproximar pais, escola e alunos com deficiência que participam do programa de inclusão escolar, a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, por meio do seu departamento de Educação Especial e Inclusiva realiza o projeto “Café com Prosa”. A primeira unidade de ensino a receber a iniciativa será a Escola Municipal Maria da Penha Correa Sanches, na Avenida Sorocabana, s/nº, no Cibratel II, nesta quinta-feira (11), das 8 às 11 horas.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

Com o retorno das aulas pós-pandemia, muito alunos, principalmente os com deficiência, começaram a ter mudanças de comportamento e dificuldades de adaptação à rotina escolar, gerando insegurança em seus familiares. Perante a situação, entendeu-se a necessidade de um projeto que promovesse acolhimento e parceria com as famílias acerca do processo inclusivo escolar.

“O projeto consiste em um bate papo sobre família, escola, inclusão e amor. A ação busca realmente acolher os responsáveis pelos alunos com deficiência no âmbito escolar para firmar parceria entre família/escola e estabelecer vínculo e compromisso na promoção de uma educação inclusiva de qualidade”, afirmou a coordenadora da Educação Especial e Inclusiva, Denise Rossmann Dominiske.

Como objetivos específicos, a iniciativa busca sensibilizar a família mediante suas necessidades, “as dores e amores” da maternidade atípica, favorecer momentos de diálogo, além de explicar sobre a importância de atendimentos que possibilitam o desenvolvimento pedagógico e integral do aluno, entre outros.

O projeto acontecerá inicialmente em unidades escolares que possuem um número expressivo de alunos com deficiência, bem como na junção de escolas menores.