Serviços
acessibilidade



Publicado em: 22/09/2022 - Última modificação: 23/09/2022 - 09:07
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Alunos de Itanhaém são destaques para etapa internacional das Olimpíadas de Astronomia

EDUCAÇÃO - Todas as fases do concurso serão on-line e realizadas nos próximos três meses



Matheus Alceu, 14, é aluno do 9º ano na EM Bernardino de Souza Pereira e Matheus Chelifusco está no 8° ano da EM Profª Dalva Dati Ruivo

Compartilhar:

Matheus Alceu, 14, é aluno do 9º ano na EM Bernardino de Souza Pereira, e foi escolhido para realizar as provas do processo seletivo que compõe a equipe das Olimpíadas Brasileira de Astronomia (OBA) Internacional. Matheus Cheli Fusco também de 14 anos, foi outro grande destaque na prova, e está no 8° ano da EM Profª Dalva Dati Ruivo. Todas as fases do concurso que amplia as habilidades e o conhecimento acerca do universo da ciência serão on-line e realizadas nos próximos três meses.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

A professora de geografia Joelma Porto é a representante da OBA na EM Bernardino de Souza Pereira e, desde 2012, apoiada por professores e gestores, prepara alunos para essa prova com material disponível na internet, tendo como resultado diversas medalhas para a instituição.

“Matheus Alceu sempre foi um aluno dedicado, educado e muito esforçado, com notas altas em todas as disciplinas. Nossa equipe está orgulhosa e honrada de tê-lo como representante da nossa escola e Cidade, mostrando o trabalho honroso do qual fazemos parte.

O aluno do 9° ano também revela grande animação com a conquista: ”Minhas expectativas são muito grandes, estou estudando muito para progredir e realizar as seletivas internacionais. Agradeço muito aos meus professores, em especial a Profª Sheila, e toda gestão da escola”, disse.

No caso de Matheus Cheli Fusco, da EM Dalva Dati Ruivo, o aluno não poderá realizar as seletivas internacionais por ainda estar no 8° ano, mas ganhará medalha de ouro por seu mérito, pois é um feito inédito um aluno do Município fora do ano de classificação chegar tão longe na prova OBA.

“Estou animado, não estava esperando quando recebi a noticia, mas fiquei feliz. Tive um grande incentivo do professor Alex, revisamos juntos o assunto e consegui ir bem”, ressalta Cheli Fusco.

O professor de ciências da Dalva Dati, Alex Borges, também demonstrou grande apoio e admiração por seu aluno. “Matheus é muito dedicado e aplicado na área da astronomia e das matérias exatas em geral. Ele ficou surpreso de ter ido tão bem, mas confesso que eu já esperava esse bom retorno, toda escola está muito orgulhosa. Desde que trabalho aqui essa é a segunda vez que um aluno chega à segunda fase da OBA, a ultima foi em 2014”.

OBA – A Olimpíada tem o objetivo de fazer com que jovens se interessem pela astronomia, astronáutica e ciências, promovendo a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa. A OBA é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB).


Palavras-chave: , ,