Publicado em: 24/06/2017 - Última modificação: 05/07/2017 - 18:10
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Itanhaém recebe audiência pública regional para discutir sobre Resíduos Sólidos nesta sexta (7)

MEIO AMBIENTE - Encontro acontecerá no plenário da Câmara Municipal, a partir das 19 horas



Os resultados serão apresentados e avaliados pela sociedade de forma participativa

Compatilhar:

Nesta sexta-feira (7), Itanhaém será sede de uma audiência pública regional que discutirá o Panorama dos Resíduos Sólidos da Baixada Santista, como parte da elaboração do Plano Regional de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos da Baixada Santista. A audiência acontecerá no plenário da Câmara Municipal, a partir das 19 horas. A Casa de Leis está localizada na Rua João Mariano Ferreira, 229, Vila São Paulo.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Após a conclusão do diagnóstico realizado nos nove municípios que integram a região metropolitana e a realização das Oficinas Microrregionais, os resultados serão apresentados e avaliados pela sociedade de forma participativa, para contribuições e ajustes no relatório respectivo.

A audiência é a última de uma sequência na região. Na quarta-feira (5), a sede será em Bertioga, enquanto na quinta-feira (6) acontecerá em São Vicente. Esta é a segunda etapa do processo de elaboração do PRGIRS. A iniciativa é fruto de uma parceria da Agência Metropolitana da Baixada Santista (AGEM) com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e a Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente.

O Panorama dos Resíduos Sólidos mostra índices das caracterizações físicas e gravimétricas, realizadas em toda a região. Desta forma, há uma relação de componentes localizados em uma massa de resíduos. De acordo com a AGEM, os materiais orgânicos correspondem a 42%, seguidos por plástico (19%), rejeitos (17%), têxteis em geral (5%), papel (5%), papelão (4%), entre outros.

Os estudos estão sendo realizados pelo Laboratório de Resíduos e Áreas Contaminadas do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) – contratado pela Agem, com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro). Itanhaém é a cidade da região que apresenta menor índice de geração de resíduos úmidos, 54%.

 


Palavras-chave: , , , , ,