Publicado em: 26/06/2017 - Última modificação: 26/06/2017 - 19:54
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Prefeitura lança campanha de combate ao trabalho infantil

CONSCIENTIZAÇÃO - Cerimônia de lançamento contou com a presença de representantes de conselhos, associações e entidades sociais do Município



Denúncia pode ser relatada ao Conselho Tutelar por meio do telefone 3426-3500 ou no disque 100/181

Compatilhar:

Uma campanha de erradicação ao trabalho infantil foi lançada, no último dia 19, pela Prefeitura de Itanhaém para fortalecer projetos de combate à exploração de crianças e alertar a população sobre a gravidade do trabalho precoce e a importância de denunciar casos desta natureza. O lançamento ocorreu na sala de reuniões do Paço Municipal e contou com a presença da equipe da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e de representantes de conselhos, associações e entidades sociais do Município.

Campanha #chegadetrabalhoinfantil

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Com hashtag #Chegadetrabalhoinfantil, a Administração Municipal tem por objetivo realizar uma atuação efetiva de articulação conjunta com entidades e associações do Município para potencializar o comprometimento das atividades contra o trabalho infantil, garantido às crianças os direitos que lhe são assegurados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Segundo o secretário Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Rogélio Salceda, a campanha é importante para conscientizar a sociedade e as famílias sobre os danos que um trabalho infantil pode acarretar ao futuro de uma criança. “O lugar dela é na escola, aprendendo e brincando com o professor e os demais colegas. É imprescindível que a população abrace esta causa e ajude ao denunciar esses casos”.

Uma das finalidades é provocar o engajamento também nas redes sociais como forma de incentivo à causa por intermédio da hashtag oficial da campanha. A denúncia pode ser relatada ao Conselho Tutelar por meio do telefone 3426-3500 ou no disque 100/181.


Palavras-chave: , ,