Publicado em: 18/07/2017 - Última modificação: 24/07/2017 - 17:21
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Governador assina contrato de concessão do Aeroporto de Itanhaém

DESENVOLVIMENTO - Local será administrado em operação assistida com o DAESP e, depois de 90 dias, será entregue integralmente ao novo administrador



Evento que contou com participação do governador Geraldo Alckmin (Foto: Diogo Moreira/A2img)

Compatilhar:

Nesta terça-feira (18), em Jundiaí, o Governo do Estado de São Paulo assinou o contrato para a concessão do Aeroporto Antônio Ribeiro Nogueira Júnior, de Itanhaém, ao consórcio privado Voa São Paulo. Agora, o local será administrado em operação assistida com o Departamento Aéreo do Estado de São Paulo (DAESP) e, depois de 90 dias, será entregue ao novo administrador. Itanhaém foi representada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Eliseu Braga Chagas, em evento que contou com participação do governador Geraldo Alckmin.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

O prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes, comentou sobre a novidade: “Os registros de movimentação do Daesp mostram a importância estratégica do Aeroporto de Itanhaém, algo reconhecido até mesmo pelo governador Geraldo Alckmin. Esperamos que, com o início desta nova parceria, o desenvolvimento econômico da Cidade seja cada vez mais fortalecido”.

O consórcio Voa São Paulo é formado pelas empresas Terracom Construções (líder do grupo com 42,5% das ações), Estrutural Concessões de Rodovias (29,51%), MPE Engenharia e Serviços S.A. (15%), Nova Ubatuba Empreendimentos e Participações LTDA (12,5%) e ALC Participações e Empreendimentos (0,49%). A oferta selecionada pela entidade foi de R$ 24,439 milhões, o que representa ágio de 101% sobre o valor mínimo de outorga previsto para a licitação (R$ 12,159 milhões), valor destinado ao governo estadual.

Além do aeroporto local, a concessão envolve os aeroportos Gastão Madeira (Ubatuba), Comandante Rolim Adolfo Amaro (Jundiaí), Campo dos Amarais (Campinas) e Arthur Siqueira (Bragança Paulista). Ao longo dos trinta anos de contrato, o concessionário deve investir cerca de R$ 93 milhões no conjunto. O aeroporto de Itanhaém receberá R$ 15,78 milhões deste montante, sendo R$ 3 milhões no primeiro ano.

O aeroporto de Itanhaém possui pista de 1.350 metros – que será expandida para 1.560 –e terminal de passageiros com 1.560 m² (sendo 500 m² do DAESP e 1.060 m² da Petrobras), com estacionamento para 50 veículos. No ano de 2016, recebeu 13.479 passageiros e 11.538 aeronaves, sendo o 4º mais movimentado da rede do Estado neste período. Em 2015, foi o 5º colocado.

MOVIMENTO – No último mês, o aeroporto registrou um número crescente de embarques e desembarques, que subiram 25,6% em relação ao mesmo período do ano passado, de 1.039 para 1.305. O número acumulado em todo o ano é de 5.756 (também maior que o do mesmo ponto no ano passado, que era de 5.654).

Já os voos cresceram de maneira considerável: 1.125, contra 545 no mesmo período anterior. O aumento registrado é de 106% e o valor acumulado em todo o ano é de 3.513.


Palavras-chave: , , ,