Publicado em: 31/07/2017 - Última modificação: 08/08/2017 - 16:58
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Palestra incentiva alunos da Rede Municipal no combate ao mosquito Aedes aegypti

EVENTO - Na oportunidade, foi lançado o projeto “Os Caça-Mosquitos”



Foram esclarecidas dúvidas das crianças e houve a distribuição de crachás e brindes para 350 alunos

Compatilhar:

A Secretaria Municipal de Saúde tem se empenhado em realizar atividades de conscientização e orientação para o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. Na última sexta-feira (28), alunos da Escola Municipal Professora Maria da Penha Correa Sanches, no Cibratel II, receberam dicas, por meio de palestra com a equipe de Endemias da Cidade, sobre os cuidados com armazenamento do lixo em lugar apropriado e contra recipientes que possam acumular água.

Confira as fotos

Projeto todos juntos contra o Aedes Aegypit

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Na oportunidade, foi lançado o projeto “Os Caça-Mosquitos”. Com muita diversão, os alunos aprenderam a importância da colaboração no dia a dia e na eliminação dos possíveis criadouros. Foram esclarecidas dúvidas das crianças e houve distribuição de crachás e brindes para 350 alunos, que se tornaram “agentes mirins” para divulgar informações. O conteúdo passado às crianças pode ser utilizado nas salas de aula e levado às casas dos estudantes.

A coordenadora da escola, Silvana Lopes de Oliveira Grantham, falou da importância deste tipo de evento junto às crianças: “Elas são fundamentais para transmitirem as informações sobre o mosquito Aedes aegypti. Além disso, também mobilizam os familiares e amigos no combate e na conscientização. Por meio destas ações, formamos cidadãos mais conscientes hoje e no futuro”.

De acordo com o agente de endemias Wilson André do Espírito Santo, responsável pelo desenvolvimento do projeto, o objetivo principal é transformar os alunos em agentes multiplicadores no combate ao mosquito.  “Pretendemos expandir o projeto para outras escolas da Cidade, levar as informações aos pequenos nos trará grandes resultados”.

Além disso, diariamente os agentes visitam as residências para orientar os moradores sobre como deve ser evitada a presença dos criadouros e sobre o tratamento da doença. Para denúncias referentes a foco do mosquito, podem ser feitas pelo telefone (13) 3422-1944.


Palavras-chave: , ,