Publicado em: 04/08/2017 - Última modificação: 11/08/2017 - 17:07
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Economia de Itanhaém cresce 8,21%, segundo Fundação Seade

PIB - Os estudos são relativos ao ano de 2014; a soma de todas as riquezas foi de R$ 1,434 bilhões contra R$ 1,318 bilhões em 2013



Vista Áerea
O PIB é o índice que mede a riqueza de uma região e indicador para a elaboração de políticas públicas

Compatilhar:

Um novo estudo econômico comprovou o contínuo crescimento de Itanhaém na área nos últimos anos. Segundo dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), do Governo do Estado de São Paulo, o Produto Interno Bruto do Município cresceu 8,21% em 2014 em relação ao ano anterior. O PIB é o índice que mede a riqueza de uma região, sendo um importante indicador para a elaboração de políticas públicas.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Segundo o Seade, a soma de todas as riquezas de Itanhaém está em R$ 1,434 bilhões contra R$ 1,318 bilhões em 2013. “Este número é extraordinário se levarmos em consideração que em 2014 já estávamos sentindo o impacto da grave crise econômica que o Brasil viveu. Para se ter uma ideia, no mesmo período analisado, a economia do nosso país evoluiu apenas 0,5%”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Itanhaém, Eliseu Braga Chagas.

Os setores de comércio e serviços representam grande parte da economia itanhaense (89,6%). Já a indústria corresponde a 12,7% do PIB, enquanto a agropecuária é responsável por 4,4%. “Colaboraram para este grande crescimento o trabalho da Prefeitura nos últimos anos em melhorar a infraestrutura urbana, como a revitalização de espaços públicos e pavimentação de ruas, além de incentivos ao empreendedorismo como a redução de ISS e parcerias com o Sebrae. Com isso, a Cidade atrai novos investimentos. A evolução é contínua e, em 12 anos, a riqueza do Município praticamente quadruplicou”, afirmou o prefeito Marco Aurélio Gomes.

No período entre 2002 e 2014, o crescimento econômico do Município foi ainda maior: um salto de 378,76%. Em 2002, a soma de todas as riquezas da Cidade era de R$ 378,74 milhões, em comparação com os atuais R$ 1,434 bilhões.

Outro dado que aponta o crescimento socioeconômico de Itanhaém é o PIB per capta (a soma de todos os bens, divididos pela quantidade de habitantes), que evoluiu 6,87% –  R$ 14.566,00 em 2013 contra R$ 15.640,68 em 2014. Já em relação a 2002, o impacto foi de 309,36% (na época, renda per capita de R$ 5.055,73). O estudo completo da Fundação Seade pode ser conferido no link: http://www.seade.gov.br/produtos/pib-municipal.


Palavras-chave: , , ,