Publicado em: 07/08/2017 - Última modificação: 07/08/2017 - 18:42
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

A música no dia a dia dos bebês: recurso é utilizado nas creches da Rede Municipal

EDUCAÇÃO - Crianças que são estimuladas musicalmente são capazes de apresentar significativo crescimento intelectual



Creches usam música como recurso fundamental do processo de aprendizagem

Compatilhar:

A música sempre foi considerada uma forma de desenvolver a mente humana e promover o equilíbrio. Ela esteve presente em todas as manifestações do ser humano, desde os tempos mais remotos. Antes mesmo da descoberta do fogo, o homem já se comunicava por meio de gestos e sons rítmicos. A música é, sem dúvidas, uma linguagem universal e os bebês são uma grande prova disso. Ela é capaz de provocar mudanças nos pequenos, tranquilizando-os e acalmando as emoções. E tem mais: se estimulados musicalmente desde cedo, são capazes de apresentar significativo crescimento intelectual.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Na Rede Municipal, é a música a grande protagonista no dia a dia das crianças. Desde o momento que os bebês são recebidos nas creches, passando por brincadeiras, refeições e soninhos, é ela que os acompanha durante todo o tempo, ajudando no desenvolvimento psicomotor, sócio afetivo, cognitivo e linguístico, além de ser uma facilitadora do processo de aprendizagem.

As crianças, acompanhadas das professoras e educadoras de creche, cantam, batem palmas, batem os pés e dançam ao som de vários sons. É só uma música começar que a agitação ou a tranquilidade começa. É assim que eles aprendem a se expressar, falar e criar um laço afetivo com os coleguinhas. O cérebro dos bebês é programado para aprender música, assim como é preparado para aprender a linguagem.

Na creche Nádia Rezek Barbosa, que fica na região do Suarão, a música transformou completamente a forma como as professoras lidam com os bebês: o que antes era uma agitação o tempo todo se transformou em um local completamente musical e as crianças aprovaram, mostrando que estão cada vez mais calmas.

De acordo com a assessora pedagógica do local, Mariléia Casadei, de 42 anos, os pais já começaram sentir o resultado do uso da musicalidade no dia a dia das crianças. “Eles começaram a ver os bebês mais calmos e até mesmo cantarolando. Muitas levaram a música para dentro de casa e isso é muito legal. Quando as crianças estão em contato com a música, o cérebro direciona para outro mundo e aí surge uma concentração muito maior”, afirmou.

Já a professora Cynthia Saldanha de Oliveira Lima, de 42 anos, também realiza um trabalho que envolve música na Creche Jeanette Sciasci Casarin, que fica na região da Vila Loty. No local, a música é utilizada como recurso fundamental do processo de aprendizagem. Ela está presente nos momentos de lazer e também durante as aulas, que são banhadas de muito ritmo.

De acordo com a professora, os pequenos levaram a paixão pela música para dentro de seus lares. “Os pais falam durante as reuniões pedagógicas que eles pedem por música em casa. Hoje, é parte fundamental da vida dessas crianças e, para mim, algo muito especial”, finalizou.


Palavras-chave: , ,