Publicado em: 11/08/2017 - Última modificação: 11/08/2017 - 16:24
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Organização Internacional apoia Itanhaém para expansão de coalizões comunitárias

PALESTRA - Durante o evento, foram eleitos cinco líderes que irão pesquisar e mapear as regiões, estudar as situações e estabelecer as estratégias de ação



Itanhaém e outros sete municípios foram escolhidos pelo Governo do Estado para participarem desse projeto

Compatilhar:

Na última quarta-feira (9), o Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) realizou uma palestra em parceria com a organização internacional de Coalizões Comunitárias Antidrogas da América (CADCA) e a Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (COED). Itanhaém e outros sete municípios foram escolhidos pelo Governo do Estado para a participação deste projeto. Durante o evento, foram eleitos cinco líderes que irão pesquisar e mapear as regiões, estudar as situações e estabelecer as estratégias de ação sobre como solucionar os problemas relacionados ao consumo.

Confira as fotos

Organização Internacional apoia Itanhaém para expansão de coalizões comunitárias

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Com o objetivo de criar e manter uma comunidade segura, saudável e livre de drogas, houve uma apresentação na sala de reuniões do CREAS sobre a metodologia que será aplicada nos estudos que serão realizados na Cidade nos próximos dois meses. Durante a palestra, foi discutida a importância da parceria de todas as áreas para obter um melhor resultado.

Para o secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Rogélio Salceda, esta parceria só faz aumentar ainda mais a eficiência deste enfrentamento na Cidade. “A iniciativa para a SADS é de grande valor porque contamos com a experiência de uma organização internacional bem-sucedida. Itanhaém foi escolhida como projeto piloto, estamos felizes com isso e vamos trabalhar para que grandes resultados sejam alcançados”.

“Estudos científicos comprovam que as parcerias multissetoriais, quando se comprometem a trabalhar conjuntamente, são mais eficazes no sentido de promover a redução do abuso de drogas ou o enfrentamento dos problemas a elas relacionados”, disse Eduardo Hernandez, representante da CADCA.

No final do evento foram escolhidas cinco pessoas que serão líderes e multiplicadores do projeto: Elizabeth Souza, coordenadora do CREAS; Damião Avelino da Silva, agente escolar; Marilda Cardoso de Freitas Matveew, coordenadora do Conselho Tutelar; Tatiana de Ângelo, coordenadora do Programa Cuidar; e Victor Stefano Ruiz Di Pietro, integrante da UTOPUS.

A organização Coalizões Comunitárias Antidrogas da América (CADCA) foi fundada em 1992 e está em comunidades na América Latina, Caribe, África e Ásia. Já a Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (COED) é do Governo do Estado de São Paulo e tem como objetivo fortalecer a ação na prevenção e enfrentamento às drogas.

Participam do encontro pessoas que compõem diferentes setores: juventude, família, comércio, educação, saúde, entidades sociais, órgãos de segurança pública, organizações religiosas, profissionais de saúde pública, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG), Associação de Dança de Itanhaém (ADI), Associação dos Amigos e Moradores de Áreas Verdes de Itanhaém (AAMAVI), Diretorias Regionais de Assistência e Desenvolvimento Social (DRADS Santos), Coalizão Santos, Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), Associação do Conjunto Habitacional do Guarapiranga, entre outros.


Palavras-chave: , , , ,