Publicado em: 16/08/2017 - Última modificação: 21/08/2017 - 19:18
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Secretários e representantes da região se reúnem para discutir a Educação Inclusiva

EDUCAÇÃO - Encontro ocorreu na manhã da última terça-feira (15) e tratou de diversos temas como a formação de profissionais



Encontro reuniu secretários e representantes de toda a Região Metropolitana da Baixada Santista

Compatilhar:

Uma reunião para discutir e trocar experiências sobre a Educação Inclusiva ocorreu na manhã da última terça-feira (15), no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE). Secretários de Educação e representantes dos nove municípios da Baixada Santista estiveram presentes no evento, que tratou de diversos temas como formação de profissionais, adequação e adaptação de espaços físicos, transporte adaptado e projetos que atendem os alunos com deficiência.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Confira as fotos

Câmara Temática Educação Inclusiva

 O vice-prefeito e secretário Municipal de Educação, Cultura e Esportes, Tiago Cervantes, participou do encontro e acredita que a troca de experiências entre os municípios da região é de extrema importância. “Conversamos bastante sobre os profissionais de apoio, que são as pessoas que auxiliam as nossas crianças dentro das unidades de ensino. Estamos trabalhando para um serviço uniforme em toda a região”, afirmou.

Ainda de acordo com o secretário da pasta, Itanhaém é um exemplo para toda a Baixada Santista. “Temos um grupo muito forte que trabalha com a Educação Especial. É um trabalho realizado há muitos anos e com muito empenho. Por isso, uma base muito sólida”, concluiu Cervantes.

Já o coordenador da Câmara Temática da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem) e dirigente da Regional de Ensino de Santos, João Bosco Arantes Braga Guimarães, acredita que a Educação Especial precisa ser muito discutida neste momento. “Precisamos de saídas e propostas em termos regionais. Os mecanismos e ferramentas que uma cidade usa para resolver demandas podem servir de exemplo para outras”, explicou.

EDUCAÇÃO INCLUSIVA – Atualmente, a educação especial de Itanhaém destaca-se desde a identificação das necessidades até o encaminhamento aos projetos específicos, com finalização no Ensino Fundamental. No total, são 393 alunos atendidos na educação especial, 24 professores especializados e 200 profissionais de apoio.


Palavras-chave: , , ,