Publicado em: 24/08/2017 - Última modificação: 31/08/2017 - 18:23
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Música promove interação entre famílias e bebês em creche da Rede Municipal

EDUCAÇÃO - Professora da Rede Municipal de Ensino promove encontros semanais entre familiares e crianças



Projeto inclui música e massagem e promove momento único e especial para todos os familiares

Compatilhar:

O vínculo familiar é essencial para os bebês, é com ele que é possível construir pessoas adultas com autoestima e coragem para enfrentar desafios e assumir responsabilidades. Muitas vezes, os pais não sabem lidar com a chegada de uma criança e precisam de ajuda para trazer o lado afetivo para suas vidas. A música pode ser uma grande aliada e se tornar um momento de fortalecimento da conexão entre os pais e seus bebês. Na Creche Nildemar de Souza Oliveira, que fica na região da Cesp, todos já conhecem muito bem a importância de terem sempre um momento único, especial, íntimo e banhado de muito ritmo.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

O projeto é intitulado ‘Experiências e Linguagens Musicais para Famílias e Bebês’ e foi criado pela professora Edvânia dos Santos, no começo deste ano. O objetivo da educadora era promover uma interação, usando como principal recurso a música. Foi a partir disso que ela percebeu a mudança no comportamento dos familiares, que começaram a compreender a importância do brincar, da atenção e do carinho para as crianças.

Os encontros acontecem semanalmente e os pais participam de diversas atividades, como a dança e a massagem. Na primeira, eles assistem os bebês para depois dançarem juntos, ao som de uma música que acalme as crianças. Os familiares, no entanto, consideram o momento da massagem muito especial, já que conseguem viver um momento com muita afetividade.

Além disso, a música está presente a todo o momento no dia a dia das crianças. A professora, com a ajuda das educadoras, prepara canções para a hora do banho, da alimentação, do “soninho”, entre outras. Os bebês também aprendem a confeccionar vários instrumentos com materiais recicláveis, como chocalhos, pandeiros e tambores.

Cerca de seis meses depois, todos os familiares já estão participando deste momento de integração família-escola. A dedicação e o amor da educadora transformaram o ambiente escolar e, por isso, o projeto foi selecionado pela Organização Mundial para Educação Pré-Escolar e a Associação Regional Baixada Santista (OMEP/ARBS).

De acordo com a educadora, o projeto é para toda a família e não fica restrito a apenas pai e mãe. “Todos os membros da família podem participar, se um não consegue vir, o outro vem. Mas nenhuma criança fica sem esse relacionamento afetivo”, explicou.

A professora afirmou ainda que o comportamento das crianças melhorou muito depois que o projeto foi colocado em prática. “Os meus bebês estão mais concentrados e calmos. A oralidade fluiu muito, já tenho crianças falando perfeitamente e isso me emociona demais”, concluiu.

AMOR DA FAMÍLIA – Os resultados já são visíveis também em casa, todos os familiares já conseguem sentir a evolução. Um exemplo é a mãe da bebê Manuella, Pamela Caroline Jesus Rocha de Oliveira, de 27 anos. Ela já percebeu grandes mudanças na sua relação com a Manu. “Mudou completamente. Hoje a minha filha é muito mais observadora e atenta. Sem contar que ela adora cantar e todo dia chega em casa com uma música nova”, contou emocionada.

Já Diolinda Gonçalves da Silva, de 26 anos, é mãe do Cauê e acredita que o vínculo afetivo entre ela e o seu bebê melhorou em 100% após começar a participar do projeto. “Pra mim, tudo está sendo maravilhoso e eu estou adorando. Vejo que o meu filho tem uma professora que ama o que faz, tem muito carinho com todas as crianças. Eu me sinto super à vontade e tenho plena confiança em entregar o meu filho para ela”, concluiu.


Palavras-chave: , , , ,