Publicado em: 13/09/2017 - Última modificação: 20/09/2017 - 19:10
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Reunião do Programa Cuidar acontece na quarta-feira

REUNIÃO - O encontro acontecerá na sede do Programa, localizado na Rua Mario Gimenez, 300, Umuarama



Compatilhar:

A Prefeitura de Itanhaém, por meio das Secretarias de Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social e Educação, Cultura e Esportes, realiza na quarta-feira (20) a reunião da Câmara Intersetorial do Programa Cuidar, a partir das 8 horas. O encontro acontecerá na sede do programa, localizado na Rua Mario Gimenez, 300, Umuarama. O evento é aberto ao público.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

O objetivo do evento é elaborar estratégias de prevenção e promoção da cultura da paz, moderação de conflitos, autonomia e responsabilidade, desenvolvimento de habilidades parentais e ampliação da discussão sobre direitos e cidadania na sociedade viabilizando a integração dos diversos setores envolvidos, enfrentando o desafio da atuação inter e transdisciplinar, com a finalidade de formar com os diversos serviços, redes de atenção e monitoramento.

Na pauta da reunião estará o “Protocolo Municipal de Medidas Socioeducativas”. O tema será debatido com Dr. Gustavo Doria e também com a promotora da Infância e Adolescência, Dra. Luciana Marques Figueira Portella. O programa abrange os serviços de atendimento a crianças e adolescentes em situação de violência e negligência, autismo e transtorno mental, com enfoque na integração da criança e do adolescente na família, comunidade ou quaisquer outras formas de inserção social, por meio do “CAPS Infanto Juvenil”; além de atendimento a pacientes com transtornos mentais decorrentes do uso abusivo de Álcool e Drogas, por intermédio do “CAPS Álcool e Drogas”.

De acordo com a coordenadora geral do Programa Cuidar, Tatiana de Angelo, é de fundamental importância a participação de todos. “A união de diversos setores públicos, sociedade civil e conselhos para criarmos e monitorarmos políticas públicas faz com que tenhamos impacto positivo na proteção da criança e do adolescente”.


Palavras-chave: , ,