Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 25/09/2017 - Última modificação: 25/09/2017 - 19:03
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Dia Nacional do Surdo é comemorado com ótimos resultados na Rede Municipal de Ensino

EDUCAÇÃO - Trabalho é realizado desde 2005 e, atualmente, 12 alunos com deficiência auditiva são atendidos nas escolas de Itanhaém



Dia Nacional do Surdo é celebrado nesta terça-feira (26)

Compatilhar:

Relembrar os desafios, obstáculos e lutas por melhores condições de vida das pessoas com deficiência auditiva é essencial para desenvolver uma reflexão sobre os direitos e a inclusão destas pessoas na sociedade. Na Rede Municipal de Ensino, o trabalho é feito desde o ano de 2005 e apresenta ótimos resultados. Nesta terça-feira (26), é celebrado o Dia Nacional do Surdo, e o Município tem muito a comemorar.

Confira as fotos

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

No total, são 12 alunos com deficiência auditiva incluídos nas escolas da Cidade, sendo quatro estudantes na EM Eugênia Pitta Rangel Veloso, dois na EM Harry Forssell, dois na EM Profª Dalva Dati Ruivo e um nas unidades escolares: José Teixeira Rosas, Profª Silvia Regina Schiavon Marasca, Profª Divani Maria Cardoso e Célia Marina Dal Pozzo Borges.

Além das aulas regulares, as crianças com deficiência auditiva contam com o Atendimento Educacional Especializado (AEE) no contraturno escolar. O AEE ocorre na EM Leonor Mendes de Barros, com as professoras especialistas Fabiana Correia Domingues Rezende e Isabella Vivi Romero.

Nas salas de aula, os estudantes contam com intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras). No total, são 10 intérpretes alfabetizadores, que são designados para os alunos com deficiência auditiva que necessitam de auxílio. Além disso, as escolas municipais onde os alunos estão inseridos disponibilizam o dicionário de Libras.

A intérprete de Libras Regiane Gonçalves de Oliveira, de 27 anos, trabalha na EM Profª Divani Maria Cardoso e acredita que inserir o aluno com deficiência auditiva no dia a dia da escola é essencial para o desenvolvimento da criança. “Eu procuro ensinar Libras para todas as crianças da sala. Foi um jeito do meu aluno com deficiência auditiva aprender mais rápido, já que é incentivado por todos os colegas”, explicou.

HOMENAGEM – 26 de setembro foi oficializado como o Dia Nacional do Surdo por meio do decreto de lei nº 11. 796, de 29 de outubro de 2008. A escolha pela data é uma homenagem à criação da primeira escola de surdos do Brasil, em 1857, na cidade do Rio de Janeiro. Atualmente, a escola é conhecida como Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES).


Palavras-chave: , , ,