Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 29/09/2017 - Última modificação: 02/10/2017 - 17:26
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Prefeitura realiza prevenção com teatro sobre o Aedes aegypti

ARTE - O principal objetivo é conscientizar alunos, professores e funcionários para que todos atuem como multiplicadores de informações



Peça foi apresentada para 580 alunos do berçário ao 5º ano da EM Maria Graciette Dias

Compartilhar:

Dando continuidade ao calendário das atividades educativas nas escolas do Município sobre os cuidados com o mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura de Itanhaém, por meio da Secretaria de Saúde, apresentou na sexta-feira (29) uma peça de teatro para 580 alunos do berçário ao 5º ano da Escola Municipal Maria Graciette Dias, no Belas Artes. O principal objetivo é conscientizar alunos, professores e funcionários para que todos atuem como multiplicadores de informações e, desta forma, mobilizar as comunidades.

Confira as fotos
Peça de teatro sobre o Aedes aegypti: Prefeitura realiza trabalho de prevenção com as crianças

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Depois da peça teatral, Wilson André do Espírito Santo, agente de Endemias e idealizador do projeto, ressaltou os objetivos da ação: “A ideia é fazer com que as crianças sejam ‘agentes mirins’ multiplicadores, transmitindo as orientações que receberam durante a peça e nos folhetos distribuídos, chamando a atenção da família e vizinhos. Agradeço a todos que vêm se empenhando para que essa ação traga grandes resultados à nossa Cidade”, concluiu.

O diretor da escola, Fábio Carreira Chaves Souza, reforça que educar as crianças é muito importante para que elas mudem o comportamento dos adultos e, juntos, coloquem em prática a adoção de hábitos diários para diminuir a proliferação do mosquito. “Só existe uma forma de combater a dengue, zika e chikungunya: a prevenção. Portanto, não podemos deixar o mosquito nascer. Esse trabalho conjunto de educação e saúde só trará benefícios a todos”.

O projeto “Os Caça-Mosquitos” foi criado em 2015 e busca propagar o combate ao Aedes aegypti. Neste ano, 1.300 alunos já passaram pelas palestras. Entre os meses de setembro e novembro, além das palestras, os alunos terão uma peça de teatro reforçando os cuidados com o transmissor. As apresentações já foram realizadas na EM Professora Maria da Penha Correa Sanches, EM Maria Graciette Dias e EM Professora Lídia Martha Ferriello Gianotti. Futuramente, outras unidades de ensino também receberão a atividade.

Além disso, diariamente os agentes visitam as residências para orientar os moradores sobre como deve ser evitada a presença dos criadouros e sobre o tratamento da doença. Denúncias referentes aos focos do mosquito podem ser feitas pelo telefone (13) 3422-1944.


Palavras-chave: , , , , , ,