Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 23/11/2017 - Última modificação: 28/11/2017 - 17:36
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Nadadora com Síndrome de Down disputa Campeonato Mundial de Natação

EXEMPLO - Persistente e talentosa, Kelly Antunes sagrou-se há dois anos a melhor nadadora com esta condição genética do mundo



Kelly nadará em sete provas, incluindo o nado livre, peito, borboleta e medley

Compartilhar:

Se você já se perguntou se existem limitações para o esporte, é porque não conhece a história da nadadora Kelly Antunes, de 34 anos. A atleta sagrou-se há dois anos a melhor nadadora com Síndrome de Down do mundo, e vai disputar novamente o Campeonato Mundial da INAS em Aguascalientes, no México, onde conquistou o título em 2015.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Há quase 20 anos nas piscinas, Kelly possui a condição genética no tipo Mosaico, classe da Síndrome de Down que possui características mais leves. A categoria que ela disputa no torneio é denominada S14. Treinando de segunda a sexta, 2 horas por dia, ela conquistou o índice para a disputa de mais um Mundial.

O campeonato inicia no próximo dia 27 e encerra em 4 de dezembro. Kelly nadará em sete provas, sendo elas: 200m livre, 50m, 100m e 200m peito, 50m e 100m borboleta, 200m medley, além de, potencialmente, convocações para revezamentos no decorrer da competição. A classificação dela veio no Campeonato Brasileiro, disputado em São Paulo, em agosto deste ano.

Além do título, a atleta é detentora de diversos recordes, sendo a maioria no peito, borboleta e no medley. Antes da disputa do torneio, que é organizado pela Federação Internacional para Esportes com Deficiência Intelectual (INAS, em inglês), a atleta treinará em São Paulo e embarcará para o México com a Equipe JR, a qual ela é filiada.

 


Palavras-chave: , ,