Publicado em: 15/01/2018 - Última modificação: 18/01/2018 - 10:14
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Praias limpas: atitudes simples em quiosques podem fazer a diferença

MEIO AMBIENTE - Aproveitando a clientela maior no Verão, três donos de estabelecimentos da Cidade aderiram ao projeto Quiosque no Clima



Os participantes são os quiosques Moai (Centro), do Bezerra (Cibratel) e Requint’s (Bopiranga)

Compatilhar:

No Verão, milhares de pessoas vêm para o litoral com o intuito de aproveitar a praia e curtir as altas temperaturas, e por conta disso passam boa parte do seu dia nos quiosques. Aproveitando a clientela maior, três donos de estabelecimentos da Cidade aderiram ao projeto Quiosque no Clima, levando conscientização e adoção de boas práticas ao seu ambiente de trabalho. O evento faz parte do Verão no Clima, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, que realiza ações de limpeza em todo o litoral.

Confira as fotos

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Aproveitando o primeiro fim de semana da campanha, as tendas itinerantes do Verão no Clima, que contam com apoio do Instituto Gremar, da Associação de Ecologia Tucuxi e da Ecosurf, ficaram instaladas nas proximidades dos três quiosques: Moai (Centro), do Bezerra (Cibratel) e Requint’s (Bopiranga). Juntamente com eles, a Secretaria Municipal de Serviços e Urbanização está fazendo o cadastramento da população na Cooperativa de Resíduos Sólidos e Líquidos (CoopersolReciclando), orientando o público sobre reciclagem. Confira a programação completa das tendas abaixo.

Os primos Aila e Rian, de 7 e 10 anos respectivamente, vieram para a praia acompanhados do avô Clímaco Bernardelli, de 63. Ao observarem a equipe da Ecosurf realizando a limpeza no Bopiranga, as crianças quiseram ajudar: “Eu e meu avô fomos conversar com o pessoal na tenda. Me deu vontade de participar e por isso pedi uma luva. Agora, a praia está ficando mais limpa”, disse Aila.

A família está em Itanhaém há quase um mês e vem observando a transformação na praia: “A quantidade de lixo é muito grande. Todo dia, faço caminhada de manhã cedo e vejo os garis realizando a limpeza, mas no fim da tarde começam os problemas de novo. Por isso, esse trabalho de conscientização é tão importante”, completou o avô.

Para se ter um exemplo, no Bopiranga, em apenas meia hora, 1.327 bitucas de cigarro foram recolhidas em uma pequena faixa da areia, além de diversos outros materiais, como talheres de plástico. Enquanto os jovens participavam da ação, a poucos metros dali, o quiosque Requint’s colaborava justamente para evitar esse problema: seus clientes são servidos com materiais reutilizáveis.

A ação tem surtido efeito não apenas no dia a dia do estabelecimento, mas também nas redes sociais. “Clientes enviam mensagens na página do Requint’s em redes sociais perguntando se podem levar os próprios copos, deixando que o quiosque sirva os de acrílico para outros frequentadores, que possivelmente não conheçam a iniciativa”, disse a funcionária Andrya Tamaki Yamazato. Até por conta disso, os funcionários do quiosque, orientados pela proprietária Sonia Tamaki, pedem às pessoas que não descartem ou levem embora os itens.

A alguns quilômetros dali, está o Quiosque do Bezerra, no Cibratel. “Faço a limpeza daqui todos os dias”, disse o proprietário, Antônio Joaquim Bezerra. “Corto os matos, utilizo meu próprio equipamento. Não deixo a sujeira acontecer aqui”. Neste fim de semana, integrantes da Associação de Ecologia Tucuxi estiveram nas redondezas e auxiliaram na tarefa de coletar os resíduos da praia.

“Para cada cliente que recolhe o próprio lixo em uma sacola, eu dou um cupom e realizo um sorteio no fim da tarde, onde ele pode ganhar uma porção por conta da casa. Mas o importante mesmo é transmitir o conhecimento: que essas pessoas levem essa ideia para as cidades de onde vieram, para as crianças”, explicou Bezerra.

O quiosque Moai, no Centro, contribui com a causa de outras formas: a instalação de bituqueiras próximas às mesas dos clientes, e a parceria com a cooperativa para coletar todo o material gerado. “Nós já separamos vidro, latas, óleo de cozinha e papelão. Os funcionários têm conversado com as pessoas para que essa separação fique mais fácil. Essa é a época certa para conversar com mais gente, apesar de que a conscientização deve continuar o ano todo”, disse o responsávei Deivison David. O estabelecimento está a poucos metros do Instituto Gremar, que expôs uma tenda com exemplos de resíduos e seus períodos de decomposição. Além disso, a Estação Criativa de Meio Ambiente também fica no Centro.

O lançamento oficial do Quiosque no Clima aconteceu no próprio Moai, na última quinta-feira (11), com participação do secretário estadual de Meio Ambiente, Maurício Brusadin, do prefeito Marco Aurélio Gomes, do secretário municipal de Planejamento e Meio Ambiente, Ruy Santos, de vereadores e demais autoridades municipais.

Representantes dos estabelecimentos participaram de uma reunião no dia 6 de novembro, organizada pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA) sobre os perigos do acúmulo de lixo nas praias, com participação de diversas secretarias municipais, conselhos e organizações não governamentais (ONGs).

VERÃO NO CLIMA – Além da programação das tendas, que estarão em diversos pontos da Cidade até 14 de fevereiro, outras atividades marcam a iniciativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente. No próximo sábado (20), haverá um Mutirão de Limpeza na Praia do Centro, que terá a soltura de espécies reabilitadas pelo Gremar, além de gincanas ecológicas, pinturas e exposições de animais taxidermizados (empalhados), fotografias e trabalhos ambientais. Já no dia 27, haverá a I Caminhada e Corrida Ambiental, cujas inscrições foram esgotadas.

Confira a programação das tendas itinerantes nas praias:

DATA HORÁRIO LOCAIS
18 e 19 de janeiro 8 às 18 horas Gaivota, Suarão e Satélite/Guarda Civil
20 de janeiro 8 às 18 horas Centro (mutirão de limpeza)
21 de janeiro 8 às 18 horas Gaivota, Suarão e Satélite/Guarda Civil
25 de janeiro 8 às 18 horas Praia dos Sonhos e dos Pescadores
26 de janeiro 10 às 20 horas Praia dos Pescadores (Regado a Reggae e Expo EcoReggae)
27 de janeiro 8 às 13 horas

15 às 20 horas

Centro (corrida e caminhada)

Praia dos Pescadores (Regado a Reggae e Expo EcoReggae)

28 de janeiro 8 às 18 horas Centro e Boca da Barra (Travessia Harry Forssell)
1 a 4 de fevereiro 8 às 18 horas Gaivota, Bopiranga e Cibratel
8 a 11 de fevereiro 8 às 18 horas Loty, Satélite/Guarda Civil e Suarão
12 a 14 de fevereiro 8 às 18 horas Centro, Bopiranga e Cibratel

 


Palavras-chave: , , , , , , , ,