Serviços
acessibilidade



Publicado em: 19/01/2018 - Última modificação: 16/11/2020 - 13:15
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Itanhaense começa bem no Campeonato Brasileiro de Wheeling Stunt

ESPORTE - Atual tricampeã nacional e campeã paulista da modalidade, Sthefany Fontegno venceu a etapa de São Lourenço (MG) no último fim de semana



Compartilhar:

As manobras sobre a moto da itanhaense Sthefany Fontegno, de 19 anos, têm feito cada vez mais sucesso Brasil afora. Atual tricampeã nacional e campeã paulista da modalidade, a jovem começou bem na edição atual do Campeonato Brasileiro, vencendo a etapa de São Lourenço (MG), no último fim de semana.

Confira as fotos

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Entretanto, a vitória não veio sem uma boa dose de dramaticidade: “Fany Dapaz”, como é conhecida, se machucou logo no treino livre, quando passou por um buraco na pista, caiu e deu o azar da moto se chocar com o dedão. Com isso, veio o famoso “jeitinho” para seguir na competição.

“Com a prática, a gente pega alguns macetes do que fazer para evitar a dor. Acabei fazendo uma tala improvisada com um palito de sorvete para suportar o dedão trincado”, conta a competidora, que agora acha graça da situação. O sacrifício foi recompensado com a vitória e o primeiro troféu da temporada, superando outras três adversárias na final. As próximas etapas serão em fevereiro e maio, ambas em Sorocaba (SP), e em novembro, novamente em São Lourenço (MG). Há ainda a possibilidade de uma fase da competição ser disputada no Rio de Janeiro (RJ), no mês de setembro, a confirmar.

Em março do ano passado, Fany obteve o seu primeiro título estadual em outra situação adversa. Naquela oportunidade, outra queda prejudicou sua apresentação, mas por conta da chuva que caiu em São Bernardo do Campo. Ela levantou, prosseguiu por mais 4 minutos com seus movimentos e sagrou-se campeã.

MODALIDADE – A prática chegou ao Brasil nos anos 90, sendo que Itanhaém acabou tornando-se um celeiro da modalidade. A campeã começou a praticar wheeling stunt por influência dos pais, Nayara e Edi Carlos: “Pratico o esporte desde 2012 como piloto, mas já participava de apresentações na garupa desde os sete anos de idade”.

Além da disputa em si, Fany tem outra motivação: “Queria incentivar mais mulheres a praticarem o esporte, mostrarem que são capazes. O intuito não é apenas de ganhar competições. Temos que ganhar experiência, novos amigos e o incentivo de ver manobras de profissionais e buscar inspiração para evoluir”.

PARTICIPANTES – Para disputar campeonatos de wheeling stunt há uma série de itens obrigatórios. Capacete fechado, roupas apropriadas, joelheiras, cotoveleiras, luvas e, claro, a moto deve preencher uma série de requisitos para ser adaptada ao esporte. Para mais informações, a Confederação Brasileira de Wheeling atende pelo e-mail campcbw@gmail.com.


Palavras-chave: , ,