Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 30/01/2018 - Última modificação: 06/02/2018 - 18:15
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Proteja-se do sol: cuidar da pele é essencial para um Verão saudável

PROTEÇÃO - É neste período, quando as pessoas aproveitam o mês de janeiro na praia, que os cuidados devem ser redobrados



Médica explica a importância da aplicação do protetor solar e alerta sobre o surgimento de manchas na pele

Compartilhar:

Sua pele exige cuidados 365 dias do ano, não é mesmo? O sol é essencial para a saúde, isto ninguém questiona. Mas é no Verão que o corpo está mais vulnerável à radiação solar do que nas demais estações. E para evitar que suas férias dos sonhos se transformem em pesadelo, a dermatologista da rede especializada de saúde de Itanhaém, Aline Patrícia Benites Geraix, explica a importância da aplicação do protetor solar e alerta sobre o surgimento de manchas na pele, que embora aparentem inofensivas, poderão causar efeitos nocivos à saúde.

 Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Os cuidados com a pele devem ser monitorados e motivo de preocupação em todas as estações, não somente no Verão. Mas é neste período, quando as pessoas aproveitam o mês de janeiro na praia, que os cuidados devem ser redobrados. Isso se deve por causa da exposição à luz do sol. E o filtro solar é fator imprescindível para que o Verão seja saudável do início ao fim, evitando qualquer um destes três tipos de câncer: o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. A gravidade de alguns se dá por causa do diagnóstico tardio. Quer saber mais? Papel e caneta nas mãos para anotar as dicas.

Quais os cuidados para este Verão?

Primeiramente, o cuidado com o período de exposição solar. O melhor horário é sempre antes das 10 da manhã e após às 16 horas. Por quê? A incidência de raios nocivos neste período é muito mais agressiva. Outra coisa é em relação ao uso do protetor solar. Às vezes a pessoa acha que só deve usar protetor solar quando se expor ao sol. Não, os cuidados devem ser diários, e mais de uma vez por dia. Mesmo que não entre no mar ou não entre na piscina, é importante reaplicar o protetor solar, avaliar o fator UVB e UVA.

E os tipos de pele?

Há pessoas com pele mais escura que pensam que não precisam usar protetor, mas isso não procede. O fator de proteção acima de 30 é o ideal. Neste período, para peles mais claras, é importante aplicar fatores mais altos. A reaplicação é importante. O ideal é a cada três horas. Porém, se quiser entrar no mar, na piscina ou transpirar muito, é preciso passar novamente o protetor indicado para os variados tipos de pele. Com as crianças, devemos ter cuidado maior com relação ao sol e protetor a partir dos 6 meses de idade. Outro fator é o uso de óculos de sol e de chapéu, também importantes.

E quais as doenças mais frequentes?

Quando não tomamos os devidos cuidados, podem ocorrer queimaduras, urticária (vergões vermelhos na pele normalmente em função de uma reação alérgica), escamação. Isto já é decorrente de uma queimadura. O câncer de pele não-melanoma é o que tem maior índice de tumores, isto é, 30% da população. Em 2016, uma estatística mostrou que 180 mil pessoas no Brasil tiveram câncer de pele, ou seja, é um número muito alto. Há fatores que são hereditários, mas que podem ser agravados ou acelerados pela radiação solar.

Antigamente não se tinha tanta preocupação em indicar a proteção, o cuidado, o uso do protetor e os acessórios (chapéu e roupas com proteção). Pelo contrário, as pessoas usavam bronzeadores. Hoje, vemos um número muito alto decorrente deste abuso. Lesões de pele devem ser sempre investigadas, apesar da pessoa não sentir dor. Mas se você tem uma pinta que surgiu de repente, isso exige uma avaliação médica. Esta pinta pode ser câncer de pele, ocasionada pelo sol ou também hereditária.

 Quando é o momento certo de procurar um especialista?

 Quando se tem um histórico familiar de câncer de pele, tanto melanoma quanto não-melanoma, sendo um mais agressivo e o outro não, é importante investigar. Tudo vai depender do grau de quando é descoberto. Até mesmo pessoas que não têm casos na família devem ficar atentas.

Por exemplo, em casos de surgimento uma pinta, que não coça, mas sangra sem que você mexa e cresce de uma forma desordenada: é um sinal de alerta para o câncer de pele. Uma ferida que não cicatriza, nem sempre é uma mancha escura, às vezes é só uma ferida ou fácil de confundir com uma espinha: procure a orientação de um especialista. O crescimento é irregular e a coloração é variada.

Mesmo que a pessoa não saia de casa, é recomendado o uso do protetor solar?

É importante o uso do protetor até quando você trabalha em casa, em frente ao computador. A luz artificial também pode queimar, por isso precisamos sempre nos proteger. Além do perigo do câncer, a exposição ao sol sem o uso do protetor solar poderá levar ao envelhecimento precoce da pele.

E no inverno, há a preocupação com uso do protetor solar?

Também é necessário o uso do protetor. Nós até sentimos menos esta incidência, porém o horário deve ser de cuidado – das 10 às 16 horas – com relação à exposição solar. Às vezes você está em um local frio, mas a sua pele pode queimar. Já no Verão, outra coisa que é importante ressaltar é que crianças e idosos devem ingerir bastante líquido, no mínimo dois litros por dia.


Palavras-chave: , , , ,