Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 01/02/2018 - Última modificação: 01/02/2018 - 18:15
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Inclusão do milho guarani em escolas será exposta no Encontro Paulista de Alimentação Escolar

RECONHECIMENTO - Projeto, que rendeu em 2017 o 1º lugar no Prêmio Josué de Castro, será apresentado em evento da CECANE e UNIFESP



Alimento foi inserido no cardápio das escolas indígenas de Itanhaém, nas aldeias Rio Branco e Tangará

Compartilhar:

A inclusão do milho guarani (Avaxi Ete’i) nas escolas indígenas de Itanhaém, ação que já foi premiada em nível estadual, foi selecionada para participar do 1º Encontro Paulista de Alimentação Escolar, do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar (CECANE), em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). O evento acontecerá nesta sexta-feira (2), no Teatro Marcos Lindemberg, em São Paulo, e a apresentação da Cidade será feita às 11 horas.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico será representada pela gestora do Banco de Alimentos, Luciana Melo, pela diretora do Departamento de Agricultura, Thaís Muraro, e pelo técnico agrícola Paulo Pantel. Também participará o gestor da Coordenação Regional Litoral Sul da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), Cristiano Hutter

A apresentação entra na categoria “Educação Alimentar e Nutricional”. Setores envolvidos com a execução do Programa Nacional de Alimento Escolar (PNAE) nos municípios do Estado de São Paulo puderam se inscrever, como nutricionistas, integrantes do setor de alimentação escolar, agricultores familiares e representantes de secretarias municipais, entre outros.

O alimento foi inserido no cardápio das escolas indígenas de Itanhaém, nas aldeias Rio Branco e Tangará, e é produzido pelos agricultores familiares Ribeiro da Silva (aldeia Rio Branco) e Leonardo da Silva (aldeia Aguapeú). Isto aconteceu por meio do PNAE e tem o objetivo de promover sustentabilidade, valorização da cultura local, responsabilidade social e ambiental. No ano passado, a iniciativa ganhou o Prêmio Josué de Castro de Combate à Fome e à Desnutrição, do Governo do Estado, por meio do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CONSEA).

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Eliseu Braga Chagas, falou sobre a oportunidade: “Garantir alimentação dos alunos não é apenas entregar boas refeições, mas colaborar para a formação cidadã de cada um com dignidade e a construção de hábitos alimentares saudáveis. Temos orgulho dos resultados alcançados, pois o programa virou referência e agora serve de inspiração e modelo para dezenas de Cidades e Estados”.

“O PNAE é resultado de uma grande reunião de esforços. Daí a importância dos encontros regionais e estaduais. Temos muito orgulho de participar e trocar experiências, mas estamos muitos satisfeitos por podermos apresentar, durante o encontro, a experiência positiva de Itanhaém na inclusão do milho guarani”, completou.

O CECANE é fruto de uma parceria do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). O objetivo é de melhorar o funcionamento do Programa Nacional de Alimento Escolar, tendo a intenção de consolidar a Política de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) nas escolas do estado de São Paulo.


Palavras-chave: , , , , ,