Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 07/02/2018 - Última modificação: 09/02/2018 - 18:19
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Paisagens rendem um colorido vibrante e destacam Itanhaém nas mídias

EM PAUTA - Jovem ganha notoriedade nas redes sociais com fotos clicadas em Itanhaém; imagens já foram publicadas na Folha de São Paulo, Estadão, UOL



Rica por suas belezas naturais, Itanhaém é um convite para o registro de paisagens deslumbrantes

Compatilhar:

“Câmera é um instrumento que ensina a gente a ver sem câmera”. A frase é de nada mais, nada menos do que Dorothea Lange, influente fotógrafa documental e fotojornalista norte-americana. E o que isto tem a ver com as fotos de Nícolas Schukkel? Ela inspira. O jovem de apenas 23 anos tem levado a expressão quase ao pé da letra e registrado por meio de suas lentes a placidez de cada paisagem. Prova disso é a notoriedade que seus cliques têm ganhado nas redes sociais, principalmente em veículos de alcance nacional, como a Folha de São Paulo, Estadão, UOL, Ministério do Turismo, entre outros.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

“Já tiveram pessoas conhecidas e não conhecidas de outros estados que viram pelo compartilhamento de outros veículos e se interessaram em visitar Itanhaém”, explica Nícolas, que acredita que as fotos têm impulsionado a região como opções de viagens, principalmente para quem curte aproveitar a natureza. “Há muitos fotógrafos com mais tempo de carreira e de outros Municípios que falam que o sonho deles é morar em uma Cidade como Itanhaém, justamente pela variedade de cenários e a capacidade de explorar. Ouço relatos de pessoas que vêm de fora só para fotografar. Muitas pessoas veem as fotos e perguntam o lugar onde foram tiradas”.

Entre as principais atrações, as indicações são para conhecer o Morro do Paranambuco, Passarela e Cama de Anchieta, Praia dos Pescadores, Centro Histórico, em passeios que podem ser realizados por terra ou por mar, como no Rio Itanhaém, a segunda maior bacia hidrográfica costeira do Estado de São Paulo, também chamada de Amazônia Paulista, com 2 mil km de extensão, sendo 180 navegáveis.

Para quem pensa em explorar a fundo as belezas de Itanhaém, o jovem orienta que precisa ser menos óbvio e abrir a cabeça para outros desafios: “Em qualquer lugar você encontra um ponto de natureza, desde bairros próximos ao Centro até mais afastados. Mesmo que indiretamente, as fotos são um chamariz para a Cidade. Para conseguir uma foto, cheguei bem perto de um lago para conseguir fotografar uma tempestade. Gosto de fazer fotos de raios. O importante é que, para fazer fotos externas, tanto de paisagens quanto de retratos, a pessoa precisará conhecer bem o local”.

QUANDO TUDO COMEÇOU – O interesse surgiu na faculdade, mais precisamente no curso de Produção Multimídia, quando teve de fazer um trabalho em sala de aula com fotografia para conseguir alguns pontinhos. Mas o que ele não imaginava é que uma simples brincadeira se tornaria em uma paixão.

“Muitas pessoas não reconhecem Itanhaém nas minhas fotos porque tento registrá-las em ângulos diferentes”, ressalta ele. Seus trabalhos também foram destacados no telão do tradicional Festival Frutos da Terra, evento realizado pela Prefeitura para divulgar os artistas da região.

LUZ, CÂMERA E AÇÃO – Além de cenários para ensaios fotográficos, Itanhaém já foi palco de uma das novelas de maior sucesso da história da televisão brasileira: ‘Mulheres de Areia’, gravada na Praia dos Pescadores. A trama da consagrada autora Ivani Ribeiro foi exibida pela extinta TV Tupi de março de 1973 a fevereiro de 1974, tornando-se um marco para teledramaturgia brasileira.

O bairro do Suarão também foi endereço para as gravações da novela ‘O Espantalho’. Em 1977, a região se tornou cenário para a trama de Ivani Ribeiro, com grandes nomes no elenco como Rolando Boldrin, Carlos Alberto Riccelli, Suzy Camacho, Fábio Cardoso, Jardel Filho, Teresa Amayo e Nathália Timberg, a primeira produzida pelos Estúdios Silvio Santos.


Palavras-chave: , , , , ,