Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 06/03/2018 - Última modificação: 22/03/2018 - 18:05
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Se você tem tosse há três semanas, procure uma USF e faça o exame de tuberculose

PREVENÇÃO - Tosse há três semanas, febre, perda de peso e sudorese noturna são alguns dos sintomas



Cada paciente com tuberculose pulmonar que não se trata pode infectar, em média, 10 a 15 pessoas por ano, por isso, é muito importante a prevenção e o tratamento

Compartilhar:

O Dia Mundial de Combate à Tuberculose será em breve, 24 de março. A doença pode ser prevenida, tratada e curada, porém, ainda mata milhares de pessoas todos os anos no Brasil. Por isso, a Prefeitura de Itanhaém incentiva toda a população, caso venha a apresentar sintomas como tosse há três semanas, febre, perda de peso e sudorese noturna, a procurar a Unidade de Saúde da Família (USF) mais próxima de sua residência para realizar o teste.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, mas também pode acometer órgãos como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). Cada paciente com tuberculose pulmonar que não se trata pode infectar, em média, 10 a 15 pessoas por ano, por isso, é muito importante a prevenção e o tratamento.

Os sintomas mais comuns da doença são: tosse seca contínua no início, depois com presença de secreção por mais de quatro semanas, transformando-se, na maioria das vezes, em uma tosse com pus ou sangue; cansaço excessivo; febre baixa vespertina; sudorese noturna; falta de apetite; palidez; emagrecimento acentuado; rouquidão; fraqueza; e prostração.

Os casos graves apresentam dificuldade na respiração; eliminação de grande quantidade de sangue, colapso do pulmão e acúmulo de pus na pleura (membrana que reveste o pulmão) – se houver comprometimento dessa membrana, pode ocorrer dor torácica.


Palavras-chave: ,