Serviços
acessibilidade



Publicado em: 26/04/2018 - Última modificação: 16/11/2020 - 12:41
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Palestra capacita professores para atividade do Sebrae

EDUCAÇÃO - Novidade deste ano é que o curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) foi expandido e abrange alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental



Palestra foi ministrada por Ana Maria Moreira Monteiro, analista da cultura empreendedora do Sebrae

Compartilhar:

Na última quarta-feira (25), professores da Rede Municipal se reuniram para uma palestra voltada à capacitação daqueles que participarão do curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). A atividade aconteceu no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE), em dois períodos. A novidade deste ano é que o curso foi expandido e abrange alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Confira as fotos

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

O curso acontece em Itanhaém desde 2015, com o intuito de incentivar os alunos na busca por novos conceitos, buscando o autoconhecimento, aprendizagens e colaboração em equipe. Assim como no ano passado, em novembro, haverá uma feira de exposição dos trabalhos realizados ao longo do ano.

A palestra foi ministrada por Ana Maria Moreira Monteiro, analista da cultura empreendedora do Sebrae, que também participa de outras atividades, como cursos, palestras e oficinas voltadas a empreendedores da Cidade. “No primeiro momento, orientamos os professores sobre o funcionamento do projeto. Nós trabalhamos com dois eixos: o plano de negócios e comportamentos empreendedores, além de temas transversais, como eco sustentabilidade e cidadania”, disse ela.

“O objetivo é disseminar a cultura empreendedora, desmistificar a ideia de que empreender é só para quem monta uma empresa. Em muitos casos, esses conceitos servem para funcionários, donas de casa, e também para os alunos. Com isso, estimulamos o protagonismo juvenil. Os estudantes deixam de ser meros espectadores da vida e se tornam atores”, afirmou a palestrante.

Ainda que o trabalho não signifique, por exemplo, uma fonte de renda imediata para os alunos, tais conceitos podem ajudar muito na hora de procurar um emprego: “O mercado exige isso, as próprias empresas avaliam esses comportamentos. Proatividade, criatividade e inovação são mais do que necessários hoje em dia. Ao invés de aguardar uma oportunidade, esse curso faz com que o aluno pense em alternativas, fazer acontecer”.

Para cada ano do Ensino Fundamental, há um curso diferente no JEPP, com duração entre 22 e 30 horas, distribuídas ao longo do ano. São eles: “O mundo das ervas aromáticas” (1º ano), “Temperos naturais” (2º ano), “Oficina de brinquedos ecológicos” (3º ano), “Locadora de produtos” (4º ano), “Sabores de cores” (5º ano), “Ecopapelaria” (6º ano), “Artesanato sustentável” (7º ano), “Empreendedorismo social” (8º ano) e “Novas ideias, grandes negócios” (9º ano).


Palavras-chave: , , ,