Serviços
acessibilidade



Publicado em: 25/05/2018 - Última modificação: 16/11/2020 - 12:41
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Motoristas são treinados para atender passageiros com mobilidade reduzida

TRÂNSITO - Treinamento acontece há 10 anos para melhorar o atendimento aos passageiros



Condutor participa de treinamento prático

Compartilhar:

Na manhã da última quinta-feira (24), os motoristas dos ônibus da Litoral Sul Transportes, empresa que presta serviço de transporte público no Município, passaram por treinamento na sede da empresa. A ação foi planejada para que os motoristas soubessem lidar melhor com passageiros que sofrem de locomoção limitada, por meio de exercícios práticos e explanação da psicóloga da empresa Isabel Cristina de Sousa Oliveira Barbosa.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

O treinamento começou com a parte teórica, que frisou a importância dos motoristas se colocarem no lugar dos passageiros que têm algum tipo de dificuldade de locomoção, aparente ou não, e os ajudar no ato de subir no transporte, respeitando suas limitações.

Ainda na parte de treinamento, houve a participação da representante da ONG Receber Doar Doar Receber (RDDR), Maria Aparecida da Silva, que explicou o ponto de vista dos passageiros que, assim como ela, têm dificuldades de locomoção. Ela ainda explica que quando um deficiente sofre algum trauma acaba prejudicando-o ao ponto de não desejar mais utilizar aquele tipo de condução.

Na segunda parte do treinamento os motoristas puderam experimentar como um passageiro com dificuldades de locomoção convive e o quão difícil pode ser para ele andar de ônibus, já que o Município transporta diariamente grande quantia de idosos e pessoas com algum tipo de limitação, sendo que a maioria deles depende de bengala.

Foram disponibilizadas quatro vendas para que motoristas pudessem saber como o passageiro com deficiência visual se locomove no veículo, um andador, um par de muletas e uma cadeira de rodas. O motorista que esteve utilizando a cadeira de rodas no exercício foi conduzido por outro a subir pelo elevador para passageiros.

O treinamento acontece duas vezes ao ano, há uma década, quando os elevadores que dão maior acessibilidade começaram a ser introduzidos nos ônibus. Segundo a psicóloga Isabel Cristina, o exercício é importante por conta da dificuldade dos motoristas em saber lidar com as pessoas com mobilidade reduzida.


Palavras-chave: ,