Prefeitura de Itanhaém | Sebrae capacita professores para programa de jovens empreendedores


Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 12/06/2018 - Última modificação: 19/06/2018 - 15:46
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Sebrae capacita professores para programa de jovens empreendedores

EDUCAÇÃO - A iniciativa estimula o protagonismo juvenil no empreendedorismo por meio de atividades que são desenvolvidas no ensino fundamental



O Sebrae fornece a metodologia e orienta os professores para desenvolver ideias empreendedoras no ambiente escolar com diversos temas

Compartilhar:

Professores da Rede Municipal de Ensino se reuniram na EM Noêmia Salles Padovan para finalizar o curso “Jovens Empreendedores Primeiros Passos” (JEPP), que teve início no começo do ano, por meio da modalidade EAD, com carga horária de 30 horas.  O projeto é uma iniciativa do Sebrae, que fornece a metodologia e orienta os professores para desenvolver ideias empreendedoras no ambiente escolar com diversos temas. A capacitação aconteceu na última segunda (11) e terça-feira (12), e foi ministrada pela profissional do Sebrae, Ana Maria de Araújo Brasil.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

O JEPP estimula o protagonismo juvenil no empreendedorismo por meio de projetos que são desenvolvidos nos ciclos de aprendizagem do ensino fundamental. A novidade deste ano é que além dos projetos realizados com o 1º e 5º ano, o curso se expandiu para alunos do 6º ao 9º ano. No final, as atividades realizadas ao longo do ano são apresentadas em formato de feira.

“A iniciativa passa de um estimulo empreendedor e se torna um direcionamento pessoal. Empreender não é somente ter uma empresa, o desenvolvimento de projetos com temas apropriados para cada faixa etária, aprimora a atitude empreendedora, estimula a proatividade, empodera os jovens e faz com que eles sejam mais assertivos nas tomada de decisões”, afirma Ana Maria, que esteve os dois dias com os professores da rede.

O Sebrae tem forte presença no Município, além do projeto escolar, a iniciativa realiza oficinas empreendedoras na Cidade com o intuito de transmitir conhecimento e aprimorar o desenvolvimento dos investidores. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Eliseu Braga Chagas, destacou a importância que o JEPP tem para o Município. “O projeto incentiva a atitude empreendedora das crianças, que são apresentadas ao empreendedorismo como uma ferramenta que estimula o desenvolvimento pessoal. A iniciativa também proporciona a interatividade coletiva e agrega conhecimentos pela troca de experiências dos professores com os alunos”.

Os cursos se diferenciam a cada ano de ensino, entretanto, do 1º ao 5º ano caracteriza-se o primeiro ciclo, onde serão estimuladas as artes visuais. Neste ciclo, os alunos desenvolvem projetos nos temas “O mundo das ervas aromáticas” (1º ano), “Temperos naturais” (2º ano), “Oficina de brinquedos ecológicos” (3º ano), “Locadora de produtos” (4º ano) e “Sabores e cores” (5º ano).  Já do 6º ano 9º ano, os projetos abordam questões sociais e ecológicas com os temas: “Ecopapelaria” (6º ano), “Artesanato Sustentável” (7º ano), “Empreendedorismo Social” (8º ano) e “Novas ideias, grandes negócios” (9º ano).


Palavras-chave: , , ,