Serviços
acessibilidade



Publicado em: 14/06/2018 - Última modificação: 16/11/2020 - 12:41
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Esquadrilha da Fumaça fará demonstração acrobática em Itanhaém dia 1º

APRESENTAÇÃO - A Cidade vai receber sete aeronaves A-29 Super Tucano, em uma demonstração acrobática com duração aproximada de 35 minutos.



Aeronaves A-29 Super Tucano, que seguem os últimos avanços em sistemas aviônicos. Foto: Ricardo Beccari/Força Aérea Brasileira.

Compartilhar:

Itanhaém recebe no dia 1º de julho, às 14h30, o “Esquadrão de Demonstrações Aéreas”, que representa para milhares de pessoas a oportunidade de ter contato, de maneira emocionante, com a Força Aérea Brasileira (FAB). As acrobacias acontecerão na orla da praia do Centro (no trecho da Rua Cunha Moreira).

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

O Esquadrão tem como missão divulgar em esfera nacional e internacional a imagem institucional da FAB, as habilidades e competências da instituição, com o intuito de torná-la notável. A equipe já realizou mais de 3.800 demonstrações no Brasil e em 21 países.

Toda apresentação conta com sete pilotos em sete aeronaves A-29 Super Tucano, modelo caça responsável pela garantia da segurança nas fronteiras do país atualmente, que seguem os últimos avanços em sistemas aviônicos. Geralmente, a demonstração tem duração de 35 minutos e conta com cerca de 50 acrobacias.

As cores da Bandeira do Brasil compõem a pintura das aeronaves, com tonalidades fortes e marcantes: a própria Bandeira Nacional é destacada na cauda do A-29, ressaltando o alto grau tecnológico da indústria brasileira e o excelente profissionalismo dos pilotos da Força Aérea, além de evocar o sentimento patriótico do público.

Cada posição de voo tem uma função específica. Um oitavo piloto fica em solo realizando a locução. As missões também podem contar com avião de apoio de vários esquadrões da FAB para o transporte de equipe e material.

 HISTÓRIA – O Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), originou-se pela iniciativa de jovens instrutores de voo da antiga Escola de Aeronáutica, sediada no Rio de Janeiro. Em suas horas de folga, treinavam acrobacias com propósito de incentivar os Cadetes a confiarem em suas aptidões e na segurança das aeronaves.  Eram realizados “Loopings” e “Tounneaux”. Em 14 de Maio de 1952 foi realizada a primeira demonstração oficial do grupo.

Carinhosamente, foram batizados de “Esquadrilha da Fumaça” em 1953. O motivo foi o tanque de óleo exclusivo para a produção de fumaça ter sido acrescentado nas aeronaves NA T-6, modelo utilizado na época, com objetivo de proporcionar ao público melhor visualização das acrobacias.

A partir de então, a Esquadrilha da Fumaça foi desenvolvendo, aumentando o número de manobras e se popularizando cada vez mais. Com o número de pedidos de demonstração aumentando, dava-se então, o início da função de Comunicação Social da Esquadrilha, aumentando o número de cidades que passavam a conhecer a FAB.

Em 1963 foi transformada em “Unidade Oficial de Demonstrações Acrobáticas da Força Aérea Brasileira”. A Esquadrilha concretizou-se como instrumento de Comunicação Social por difundir a política do Comando da Aeronáutica.

 CAMPANHA “DOE UM LIVRO” – Com apoio da FAB e da Esquadrilha da Fumaça, a campanha consiste na arrecadação de livros doados nas cidades onde a Esquadrilha da Fumaça faz suas demonstrações aéreas. Os livros coletados são repassados para instituições públicas, como escolas e bibliotecas, por exemplo.  

 


Palavras-chave: , ,