Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 11/07/2018 - Última modificação: 06/08/2018 - 22:15
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Julho amarelo: Itanhaém realiza campanha para diagnosticar hepatite C

ATÉ DIA 31 - O Município, por meio Centro de Infectologia de Itanhaém (CINI), realizará testes rápidos no local, além das USFs e Conviver



O público-alvo será: adultos maiores de 40 anos de idade, pessoas que foram submetidas à transfusão sanguínea antes de 1993; e pessoas que foram submetidas a procedimentos dentários, cirurgias, injeções, nas décadas de 70 e 80.

Compartilhar:

A Prefeitura de Itanhaém, por meio do Centro de Infectologia de Itanhaém (CINI) realiza o ‘Julho Amarelo’, que visa conscientizar sobre a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento das hepatites virais B e C. Até o dia 31 serão realizados testes rápidos nas Unidades de Saúde da Família (USFs), CINI e Conviver, para detectar a doença.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

As hepatites A e B podem ser prevenidas por vacinação. Existe cura para hepatite C e tratamento para hepatite B e até o momento, não há vacina para a hepatite C. O público-alvo da campanha será: adultos maiores de 40 anos de idade, pessoas que foram submetidas à transfusão sanguínea antes de 1993; e pessoas que foram submetidas a procedimentos dentários, cirurgias, injeções, nas décadas de 70 e 80.

O Ministério da Saúde estima que 0,7% da população, entre 15 e 69 anos, no Brasil teve contato com o vírus da hepatite C, o que corresponde a aproximadamente 1 milhão de pessoas. Desses, estima-se que quase 700.000 pessoas tenham a doença e necessitam de acompanhamento e tratamento.

Confira a programação:

Do período de 16 a 31 de julho, de 2ª, 4ª e 6ª feiras das 8h às 15h – Centro de Infectologia de Itanhaém (CINI)

Dia 17/07/2018 (8h às 15h) – Unidade de Saúde da Família (USF) Belas Artes

Dia 19/07/2018 (8h às 15h) – Unidade de Saúde da Família (USF) Suarão

Dia 24/07/2018 (8h às 15h) – Unidade de Saúde da Família (USF) Guapiranga

Dia 25/07/2018 (8h às 15h) – Unidade de Saúde da Família (USF) Centro

Dia 25/07/2018 (8h às 15h) – Unidade de Saúde da Família (USF) Oasis

Dia 25/07/2018 (8h às 11h) – Unidade de Saúde da Família (USF) Loty

Dia 30/07/2018 (8h às 15h) – Centro Especializado em Diabetes (CEDI) – para usuários cadastrados no serviço.

Também será realizada uma ação na sede do Grupo Conviver de Itanhaém na população que frequenta o local no dia 31, a partir das 9 horas.


Palavras-chave: ,