Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 13/07/2018 - Última modificação: 13/07/2018 - 14:49
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Estagiários de rede recebem capacitação para estimular a linguagem na educação inclusiva

CONHECIMENTO - Estagiários de rede recebem capacitação para estimular a linguagem na educação inclusiva



Atualmente a Rede Municipal de Ensino conta com 200 estagiários de educação inclusiva que já participaram de diversas formações

Compartilhar:

Interagir com os alunos a partir dos seus interesses, reforçar os comportamentos desejados com palmas, elogios e brinquedos. Essas foram as orientações passadas pela fonoaudióloga Tathiana Sapiensa Almeida na capacitação direcionada aos estagiários que atuam na educação inclusiva. Os profissionais de apoio se reuniram na manhã da última quarta-feira (11), na EM Noêmia Salles Padovan para tratar da temática “Como estimular a linguagem em crianças deficientes”.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

As orientações foram diversas, Tathiana atrelou a linguagem às características dos alunos, tirou dúvidas e falou sobre o transtorno do espectro autista, síndrome de down, paralisia cerebral, entre outros assuntos. “Orientações como essas são importantes para que os profissionais de apoio possam conhecer e estimular a linguagem com crianças deficientes. A Rede Municipal de Ensino oferece diversos recursos à educação inclusiva, o que auxilia no atendimento e na eficiência dos serviços que são oferecidos”, afirmou a fonoaudióloga.

Claudia Cassia da Silva Nascimento é estagiária da rede há um ano e diz que além de agregar conhecimento, a capacitação a fez enxergar diferentes realidades e conhecer mais sobre cada síndrome. “Os conhecimentos que recebemos complementa o que aprendemos no ensino superior e com isso é possível fazer um conjunto das informações para lidar não só com as crianças da educação inclusiva, mas com todos”.

Atualmente a Rede Municipal de Ensino conta com 200 estagiários de educação inclusiva que já participaram de diversas formações. A iniciativa faz parte do Programa de Formação Continuada, que realiza atividades, capacitações e oficinas pedagógicas para profissionais da rede com o objetivo de fortalecer as atividades educacionais do Município.


Palavras-chave: , ,