Serviços
acessibilidade



Publicado em: 30/07/2018 - Última modificação: 16/11/2020 - 12:34
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Oficina para formação de gestores discute mapeamento cultural da Baixada Santista hoje

5º ENCONTRO - Evento será sediado no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE), localizado na Avenida Condessa de Vimeiros, 1.131, no Centro



O objetivo da reunião é fazer um diagnóstico sociocultural da Região Metropolitana da Baixada Santista com base em dados históricos e legislação

Compartilhar:

Uma equipe do SESC Santos, acompanhada de cerca de 70 agentes de cultura de toda a Baixada Santista, estará em Itanhaém nesta terça-feira (31), a partir das 10 horas, para a 5ª Oficina de Formação do Grupo Gestor do Mapeamento. O encontro, que discute metodologias e ações eficientes para mapear atividades culturais, artísticas, ambientais e turísticas da Região, é sediado no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE), localizado na Avenida Condessa de Vimeiros, 1.131, no Centro.

 Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram  e no Facebook

O objetivo da reunião é fazer um diagnóstico sociocultural da Região Metropolitana da Baixada Santista com base em dados históricos e legislação que revelem a diversidade e potencialidades criativas do Município a fim de proporcionar novas perspectivas para o futuro, atendendo, inclusive, a vários interesses do Sistema Nacional de Cultura, que fazem parte das metas do Plano Nacional de Cultura. O evento é aberto ao público.

“O mapeamento é importante porque nos ajudará a conhecer a realidade cultural da Cidade e também de outros municípios, além de contribuir para a articulação entre diferentes áreas, não somente da cultura como também do turismo, podendo movimentar a economia e a gestão de políticas públicas nestes segmentos”, ressalta o diretor do Departamento de Cultura, Antonio Eduardo Campos Sheen.

 PLANO NACIONAL DE CULTURA – Trata-se de uma construção elaborada por representantes da sociedade civil, organizada por agentes públicos, aprovada em audiência pública na Câmara Municipal, tornando-se Lei Municipal. Decenal, o Plano é um instrumento de planejamento para as políticas públicas cultural do Município, construídas a partir dos resultados da I Conferência Municipal de Itanhaém.

O documento discutido pelo Conselho Municipal de Política Cultural, com representantes da sociedade civil, foi exibido na plataforma digital com o intuito de estabelecer um diálogo e participação direta da comunidade.

SISTEMA MUNICIPAL DE INFORMAÇÕES E DE INDICADORES CULTURAIS (SMIIC) – Esta será a próxima etapa do Plano Municipal de Cultura que terá como objetivo manter uma plataforma de consulta que permita ao cidadão acompanhar ações e incentivar a pesquisa e a produção cultural, coletar, sistematizar, disponibilizar estatísticas, fornecer metodologias e estabelecer parâmetros à mensuração de atividade do campo cultural e das necessidades sociais relativas à cultura.


Palavras-chave: , , ,