Serviços
acessibilidade



Publicado em: 02/08/2018 - Última modificação: 16/11/2020 - 12:33
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Alunos das creches são vacinados contra gripe; agora, o combate será sarampo e poliomielite

CUIDADOS - Ação de combate ao vírus H1N1 imunizou mais de mil crianças da Educação Infantil



Durante a Campanha Nacional, ocorreu uma baixa na cobertura vacinal, já que a expectativa do Ministério da Saúde era atingir 90% da população

Compartilhar:

Com o objetivo de evitar casos de H1N1, as secretarias de Educação, Cultura e Esportes e de Saúde se uniram para uma ação nas creches municipais: a meta é imunizar o maior número de crianças da Educação Infantil. Nos meses de junho e julho, equipes da vigilância epidemiológica promoveram um mutirão nas unidades escolares e vacinaram 1.100 alunos contra o vírus da gripe. Este mês, a mobilização será voltada para a campanha de combate ao sarampo e a poliomielite (paralisia infantil).

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

“Pensando na saúde dos alunos da escola e em oportunizar a vacina contra a Influenza H1N1 para todas as crianças que, por algum motivo, não foram contempladas na campanha, agendamos com os agentes de saúde para que a imunização ocorresse nesta unidade escolar. Enquanto gestor, o que me motivou foi a possibilidade de imunizar os estudantes para que não ficassem vulneráveis, ainda por se tratar de doença grave e com grandes índices de óbitos”, ressalta o diretor da Escola Municipal Profº Walter Arduini, José Eder Castellan Vieira.

Durante a Campanha Nacional, ocorreu uma baixa na cobertura vacinal, já que a expectativa do Ministério da Saúde era atingir 90% da população, mas alcançou apenas 66,2% do público-alvo (até 13 de junho). Um levantamento apontado pelo governo federal mostrou que crianças apresentaram melhor resposta à vacinação, além de serem uma das principais transmissoras do vírus.

“Devido à baixa cobertura vacinal em crianças no Município e o aparecimento de casos de sarampo no Brasil, é de extrema importância que os pais autorizem a vacinação nas escolas e creches ou levem as crianças para uma unidade de saúde”, explica a enfermeira e também diretora de Vigilância Epidemiológica, Sandra Gomes.

TRANSMISSÃO – O sarampo é uma doença causada por um vírus e pode levar à morte se não tratada. Os sintomas iniciais são febre, tosse, irritação ocular, manchas vermelhas na pele, podendo causar infecção nos ouvidos, pneumonia e convulsões. A transmissão ocorre pelo ar – tosse, espirro, fala ou respiração -, e a vacina é a única forma de se prevenir do vírus. Já a poliomielite afeta o sistema nervoso e pode levar à paralisia irreversível dos membros.


Palavras-chave: , , , ,