Prefeitura de Itanhaém | Banco de Alimentos é prestigiado no 1º Encontro do Projeto Bota na Mesa


Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 10/08/2018 - Última modificação: 10/08/2018 - 17:32
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Banco de Alimentos é prestigiado no 1º Encontro do Projeto Bota na Mesa

INICIATIVA - Todas as propostas são experiências vividas pelos municípios, ações estas que representam êxito e que sugerem fazer diferença entre as demais



Banco Municipal teve a oportunidade de apresentar a iniciativa pelo qual foi premiado na Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Compartilhar:

Na última quarta-feira (8), o Banco de Alimentos de Itanhaém participou do 1º Encontro com a Rede de Organizações Mobilizadas, idealizado pelo Bota na Mesa, que ocorreu na Fundação Getúlio Vargas (FGV), na capital de São Paulo, onde teve a oportunidade de apresentar a iniciativa pelo qual foi premiado: “Inclusão do Milho Guarani na Alimentação Escolar Indígena”, proposta inovadora que resulta na preparação do Milho Guarani para a alimentação escolar indígena.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

As 14 propostas finalistas foram escolhidas num processo envolvendo 68 ao total, e todas são experiências vividas pelos respectivos municípios que as propuseram, ações estas que representam êxito e que sugerem fazer diferença entre as demais. A parceria com a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e as secretarias de Desenvolvimento econômico e Educação foi determinante para o reconhecimento e destaque da iniciativa.

“Além disso, o fato da proposta ser nutricional e de grande importância cultural e religiosa para a comunidade indígena também contribuiu”, declara André Caldas Rocha, secretário de Desenvolvimento Econômico. A ideia da FGV é aproveitar estes casos de sucesso com objetivo de contribuir para o fortalecimento das políticas públicas voltadas à agricultura familiar.

São quatro fases que possibilitam alcançar este objetivo, e o encontro que foi realizado nesta última quarta (8) foi a terceira etapa do processo, pensada para conectar a construção das ideias a outros projetos que inovam em suas práticas e promovam a inclusão. Para os critérios de avaliação foram considerados o grau de inovação da ideia, a conexão com os temas prioritários do Bota na Mesa, a força de contribuição para a inclusão da agricultura familiar e o potencial de escala e replicabilidade.


Palavras-chave: , , ,