Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 21/09/2018 - Última modificação: 15/10/2018 - 08:44
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Animais abandonados de médio e grande porte passam a ser recolhidos

SERVIÇO - Os animais serão destinados ao Rancho Rafael, em Peruíbe, situado na Avenida Hum, 195, Vila Erminda



Considera-se de grande porte as espécies equina, muar, asinina e bovina; de médio porte: caprina, ovina e suína

Compartilhar:

A Prefeitura deu início à ação de apreensão de animais de médio e grande porte. Serão recolhidos aqueles que estiverem abandonados, atados em cordas, soltos em vias públicas, perdidos, feridos ou em situação de risco. A medida tem intuito de garantir a segurança dos animais e da população, prevenindo acidentes de trânsito e outras situações.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

 As apreensões acontecerão por meio de denúncias e solicitação de munícipes que poderão ser realizadas pelos telefones (13) 3458-2730 e (13) 99707-1190, disponíveis de segunda a domingo.

A empresa contratada é responsável pela apreensão, transporte, amparo, guarda e destinação dos animais, com instalações e atendimentos adequados para cada espécie, fornecendo alimentação, avaliação veterinária, medicamentos e insumos necessários. O transporte é realizado em veículos apropriados, haja vista que nenhum animal poderá ser conduzido sem condições de conforto e segurança.

Os animais apreendidos serão destinados ao Rancho Rafael, em Peruíbe, situado na Avenida Hum, 195, Vila Erminda e poderão ser resgatados pelo proprietário mediante comprovação de posse, no prazo de três dias, incluindo a data de apreensão. Para isso, o dono deverá pagar uma taxa de remoção e arcar com as diárias de estadia do animal, bem como todas as despesas referentes à assistência veterinária, que inclui os medicamentos e exames realizados.

VALORES – Os custos serão cobrados em Unidades Fiscais do Município (UFM), uma unidade equivale a R$ 3,38. Para remover equinos, bovinos, muares e asininos a taxa é de 60 UFMs (R$ 202,80), caprinos e ovinos custam 25 UFMs (R$ 84,50). Já a diária de manutenção dos animais de grande
porte ficam em 10 UFMs (R$ 33,80) e de médio porte 6 UFMs (R$ 20,28).

ADOÇÃO – Os animais que não forem resgatados serão encaminhados para adoção. Os interessados, porém, deverão se comprometer em cuidar bem do animal, mantê-lo em área rural, fornecer abrigo, pasto adequado e não utilizá-lo em trabalho árduo ou fazê-lo procriar para fins econômicos.

 


Palavras-chave: , , ,