Serviços
acessibilidade



Publicado em: 14/02/2019 - Última modificação: 16/11/2020 - 11:57
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Antes da folia, o lado que alguns não conhecem; escolas realizam projetos

SOCIAL - Mais do que samba no pé, as escolas desenvolvem durante o ano atividades para a comunidade



Ações transformam a vida da comunidade com atividades culturais, educacionais e de lazer

Compartilhar:

As escolas de samba de Itanhaém são muito mais do que apenas um espetáculo carnavalesco, são palcos para vários exemplos de ações de inclusão social. Muito além da folia, as agremiações transformam a vida das pessoas em diferentes regiões com projetos que ganham fôlego nas áreas culturais, educacionais e de lazer.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagramno Facebook e no Twitter

Mais do que samba no pé, a escola Unidos do Guapurá presta serviços à comunidade, com cortes de cabelo, teste de glicemia e gincanas. A escola realiza mutirão de consultas no próprio bairro, ajudando as crianças do bairro. Não é a única que contribui para o processo de inclusão social: a Unidos do Rio Preto, além de fazer festas temáticas, tem a escolhinha de futebol para famílias e pessoas em situação de risco que moram perto do Rio Preto, Sítio Velho e Palmeira Dois.

Leia mais

Ensaios de escolas e blocos antecipam expectativa de Carnaval; veja programação

De carnakids a baile da melhor idade: Itafolia possui programação para todos

Todos querem brilhar na avenida e, para que isso aconteça, as escolas passam o ano inteiro confeccionando belas fantasias e ensaiando para fazer bonito no desfile, mas engana-se quem pensa que o trabalho se resume apenas a isso. Há muito mais por trás disso tudo, como aulas de boxes, jiu-jítsu, corte e costura, tudo isso organizado pelo Unidos do Gaivota. A escola de samba Acadêmicos do Oásis está desenvolvendo um projeto de aulas de percussão para ritmista mirim.


Palavras-chave: , , , ,