Serviços
acessibilidade



Publicado em: 09/08/2019 - Última modificação: 16/11/2020 - 11:27
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Faça como dona Flávia Lucia, aproveite o mutirão e cadastre sua biometria

ELEITOR - Os atendimentos acontecem de segunda a sexta, das 9h30 às 15h30



No Gaivota, equipe do Cartório Eleitoral realiza projeto até dia 16 de agosto

Compartilhar:

“Moro no Cibratel II e trabalho no Gaivota. Se os profissionais não estivessem aqui, eu provavelmente teria ido ao cartório, que fica na área central, longe da minha casa. Aproveitei a oportunidade e cadastrei a minha biometria”. A afirmação é da funcionária pública Flávia Lucia Ricardo Sá, de 64 anos, sobre a equipe do Cartório Eleitoral que realiza projeto itinerante de atendimento ao público até dia 16 de agosto, de segunda a sexta, das 9h30 às 15h30, na Regional do Gaivota, na Rua Flácides Ferreira, 775.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, Facebook e no Twitter

Flávia ainda comenta sobre a importância da ação do cartório. Ela sabe que a revisão do eleitorado ocorre até o dia 19 de dezembro, caso contrário o eleitor poderá ter suas contas bancárias, título eleitoral e Cadastro de Pessoa Física (CPF) suspensos. “Se não fosse esse projeto, não teria a mesma quantidade de pessoas registrando a biometria, mesmo porque muitas não têm condições e tempo para se locomover até o cartório”.

Leia mais
Cartório Eleitoral realiza cadastro biométrico na Regional do Gaivota
Posto do Cartório Eleitoral agendou biometria de cerca de 200 pessoas

Em atendimento à população do Gaivota, Anderson Paulino De Jesus, de 33 anos, que é escrevente judiciário, é um dos funcionários escalados para o mutirão. “Antes do projeto, a taxa de cadastramento biométrico nesta região estava abaixo de 50%”. Em média, 80 pessoas comparecem diariamente ao local, considerando um total de 800 em duas semanas – até o final do projeto nesta região. “Após finalizarmos aqui, vamos até a Regional do Suarão com o propósito de atender aos munícipes que residem até a divisa de Mongaguá”.

Elena Santana da Silva, de 52 anos, é diarista e moradora do bairro. Ela explica como o projeto a ajudou. “Já sabia que o cadastro da biometria passaria a ser obrigatório, e o projeto aqui no Gaivota facilitou o acesso para muitos, principalmente por causa da agilidade. Eu mesmo fui uma das beneficiadas”.

Para efetuar o cadastro é necessário levar documentos que comprovem nacionalidade brasileira, como RG; carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal, controladores do exercício profissional; certidão de nascimento ou casamento; certificado de quitação do serviço militar; carteira nacional de habilitação (CNH), com exceção para os alistados, além do comprovante de endereço.

O interessado também poderá consultar sua situação eleitoral na página do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O sistema vai informá-lo se a situação eleitoral está regular.


Palavras-chave: , ,