Publicado em: 02/10/2019 - Última modificação: 10/10/2019 - 16:45
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Na Escola Lilian Aparecida fazer música é uma forma de aprender

SONORIDADE - A unidade inaugurou nesta semana o seu Parque Sonoro, onde os alunos aprendem fazendo muito barulho



Parte dos instrumentos musicais do parque foi construída com materiais recicláveis e outros objetos do cotidiano dos alunos

Compartilhar:

Os sons estão em todos os lugares. Estão presentes no simples soprar do vento até no cantar dos pássaros. Usando a criatividade e materiais simples do cotidiano como garrafas PETs com grãos de milho, casca de coco, panelas, ralos de alumínio, ventilador, a Escola Municipal Lilian Aparecida Borges Prado criou um Parque Sonoro cheio de possibilidades paras as crianças aprenderem brincando.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagramno Facebook e no Twitter

É durante o intervalo que as crianças interagem com os objetos e usam a imaginação para transformá-los em instrumentos musicais, vivendo uma experiência quase que mágica. O ambiente desperta em cada aluno o desejo de descobrir e de criar novos sons, ritmos e melodias, fazendo com que todos entrem em contato com o universo sonoro de forma lúdica.

Esse espaço especial foi inaugurado na terça-feira (01) com a presença do prefeito Marco Aurélio Gomes. “A nossa Educação ganhou prêmios e apresenta índices de qualidade acima da média nacional não apenas por apostarmos em projetos que trabalham com recursos tecnológicos, no uso da tecnologia na sala de aula. Mas também porque temos profissionais engajados, dinâmicos e com criatividade, que elaboram trabalhos como este”, disse o chefe do Executivo.

Leia mais

Novos membros do Conselho Municipal de Educação tomam posse

O Parque foi idealizado e construído pela assessora pedagógica Aline Cristiane Luiz e o oficial escolar Willian da Silva Aragão. E a brincadeira com os sons e com os instrumentos construídos com materiais do dia a dia vão além da diversão, pois aproxima o lúdico do intelectual, fazendo com que os pequenos exercitem a escuta e a atenção, também possibilitando que a música faça parte da vida das crianças.

Confira mais fotos

Outras experiências

Um outro projeto simples, mas com grandes resultados na escola é o Mercadinho. Com prateleiras onde estão dispostas várias embalagens de produtos que vão de itens de higiene pessoal a alimentos, o local representando um supermercado. É nesse espaço que, brincando, as crianças aprendem a calcular os valores dos produtos “vendidos” no local, do pagamento e do troco da compra. É uma forma prática de aprender a matemática.

Outro projeto que foi desenvolvido na instituição de ensino é a Sala Mágica, que parece uma grande caixa prateada  com luzes piscantes e sons, que remetem a efeitos especiais. O ambiente é usado para contação de histórias e entrar nele é embarcar em uma viagem para o mundo da imaginação.

Também participaram do ato de inauguração do Parque Sonoro o vice-prefeito Tiago Cervantes e o secretário de Educação, Cultura e Esportes Douglas Luiz Rodrigues.

Ao entrar na Sala Mágica, os alunos embarcam em uma viagem pelo mundo da imaginação


Palavras-chave: , , , , , , ,