Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Relações Institucionais
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 02/10/2019 - Última modificação: 03/10/2019 - 11:14
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Preocupação no cenário nacional, água é tema de projeto; alunos aprendem em palestra

PROJETO GOTA - Uma estatística apresentada pelo Instituto Trata Brasil mostrou que o consumo médio de água no País é de 153,6 litros por habitante ao dia



O estudo apresenta ainda que 83,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada

Compartilhar:

O consumo consciente e a preservação da água ganham espaço no ‘Projeto Gota’, desenvolvido junto aos alunos da Escola Municipal Lions Clube. Além de atividades interativas, os estudantes participaram de palestra sobre a importância de um dos recursos naturais mais importantes para a vida na natureza. Uma estatística apresentada pelo Instituto Trata Brasil mostrou que o consumo médio de água no País é de 153,6 litros por habitante ao dia.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

O estudo apresenta ainda que 83,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada. O tema água foi trabalhado com os estudantes, que participaram de palestra com a coordenadora de educação ambiental Roseli Raunaimer sobre aspectos gerais e curiosidades envolvendo os recursos hídricos. Na ocasião, eles foram apresentados aos órgãos que cuidam da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), da Estação de Tratamento de Água (ETA) e da gestão da bacia hidrográfica de Itanhaém, como o Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO) e o Comitê da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista (CBHBS).

Em seguida, os alunos participaram de uma gincana chamada Aquamóvel. Divididos em dois grupos, os estudantes escolheram integrantes para serem donos do posto de combustível e o motorista. A brincadeira funcionou assim: o primeiro correu atrás de recipientes com água potável para encher o galão que o segundo segurava. Todas as crianças precisaram ficar de braços entrelaçados durante todo o processo, caso contrário, seriam eliminadas. O time que conseguiu maior quantidade de água ganhou o desafio.

 Leia mais
Venha fazer a sua parte! Mutirão de limpeza de praias ocorre nesse sábado
Com características ambientais, Centro Ambiental incentiva ações                    

Além das atividades no Centro de Educação Ambiental, o Município também executa outras ações em relação aos seus recursos hídricos. A FEHIDRO fará um mapeamento de nascentes da região, incluindo as cidades de Mongaguá e Peruíbe. No último dia 1º, uma equipe do Centro de Pesquisa e Educação Ambiental e guias ambientais foram até o Morro Piraquara para conhecer e identificar a nascente Djekupé Arandu, que significa ‘homem sábio’ em guarani.

Outro projeto que visa conscientizar sobre a economia de água surgiu com o SOS Escola, da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, que monitora e acompanha o consumo de água de dez escolas desde março deste ano, prevenindo gastos e identificando possíveis vazamentos para serem corrigidos imediatamente. Além de colaborar para a infraestrutura das instituições, projetos desse gênero incentivam os alunos desde cedo a se preocuparem com a água e evitarem gasto.

BIODIVERSIDADE

O Projeto Gota trabalha também a preocupação com o bem-estar dos animais silvestres e marinhos, além de promover a conservação e a proteção dos animais. Após a palestra, os alunos participam de atividades lúdicas sobre os ecossistemas: marinho, mangues e rios e florestas.

 


Palavras-chave: , , , , , ,