Serviços



Publicado em: 18/12/2019 - Última modificação: 16/11/2020 - 11:16
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

13º salário deve injetar R$ 58,9 milhões na Cidade

AQUECENDO - Os números são frutos de uma estimativa da Análise Econômica Consultoria



Levando em consideração o trabalho formal e a segunda parcela do 13º, espera-se uma injeção de cerca de R$ 14,43 milhões até o dia 20 de dezembro

Compartilhar:

Com o Verão próximo, não apenas as temperaturas estão aumentando, mas a economia itanhaense também vem aquecendo. Isso porque os rendimentos do 13º salário dos trabalhadores formais, dos aposentados, pensionistas e beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) somam aproximadamente R$ 58,9 milhões. Os números são frutos de uma estimativa da Análise Econômica Consultoria.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no InstagramFacebook e no Twitter

Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Itanhaém tem uma população estimada em 101.816 pessoas. Destas, aproximadamente 15.741 são assalariadas com carteira assinada. Além disso, o rendimento médio dos munícipes que trabalham sob regime formal é de cerca de 2,2 salários mínimos. Desta forma, somente levando em consideração o trabalho formal, espera-se uma injeção de aproximadamente R$ 14,43 milhões, referente à segunda parcela do 13º salário, até o dia 20 de dezembro.

Enquanto isso, a primeira parcela do 13º de trabalhadores formais, paga até o dia 30 de novembro, já injetou na Cidade cerca de R$ 17,28 milhões. Porém, os números não consideram os recursos vindos do 13º de beneficiários da Previdência Social.

 Leia mais
Otimistas, comércios aumentam as expectativas de vendas para o Natal

De acordo com o Ministério da Economia, somadas a primeira e segunda parcelas do 13º de aposentados, pensionistas e outros beneficiados pela previdência social, o Município ainda receberá a injeção de aproximadamente R$ 27,2 milhões. Deste valor, 4,8% do Programa Bolsa Família.

Desta forma, no total, somando os rendimentos do 13º salário de trabalhadores formais, aposentados, pensionistas e beneficiários do Programa Bolsa Família, Itanhaém encerrará o ano com uma injeção de cerca de R$58,9 milhões em sua economia. Vale lembrar que a quantia equivale a 3,93% do Produto Interno Bruto (PIB) estimado do Município.

“O pagamento do 13º salário aos profissionais do mercado formal e beneficiários da Previdência Social gera expectativa positiva para a economia da Cidade, pois o montante aquece o comércio local”, ressalta o secretário de Desenvolvimento Econômico, Eliseu Braga Chagas.

CENÁRIO NACIONAL

As ações do governo federal em 2019 injetam ainda mais dinheiro na economia nacional. Segundo a Análise Econômica Consultoria, estima-se que os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tenham inserido, somente no segundo semestre deste ano, quase um sexto de toda a massa salarial mensal a mais na economia.

Em Itanhaém, os recursos do FGTS devem somar mais R$ 6 milhões à conta, ou seja, além dos R$ 58,9 milhões, o município terá em circulação mais R$ 6 milhões, considerando todo o calendário de pagamento de 2019.


Palavras-chave: , , ,